Mercado abrirá em 6 h 31 min

Dispensas de Edilson e Robinho não têm a ver apenas com os altos salários

Robinho e Edilson estavam entre os remanescentes do elenco de 2019 (Pedro Vale/Agif)

Engana-se quem pensa que o Cruzeiro dispensou o lateral Edilson e o meio-campista Robinho apenas por causa dos altos salários. O Blog apurou que a nova diretoria cruzeirense tomou a decisão por causa do comportamento extracampo da dupla.

De acordo com um dirigente, Robinho voltou aos treinos, pós-pandemia, seis quilos acima do peso. Por meio de sua assessoria de imprensa, o meia negou a versão cruzeirense. O jogador garante que pesa 75 quilos e se reapresentou com 76,9 quilos. Já seu percentual de gordura,que é de 9%, estava em 11%.

Já Edilson voltou às atividades contundido, segundo o Cruzeiro. “Ele sofreu uma lesão por ter jogado futevôlei na pandemia”, revela um membro da nova diretoria celeste, inconformado com o que tratou de falta de profissionalismo da dupla. Por meio de sua assessoria, o lateral rechaça veementemente a história da lesão no futevôlei.

Vale lembrar que todos os atletas seguiam recomendações do clube antes de se reapresentarem. Como os treinos têm ocorrido a portas fechadas, sem acesso da imprensa, em razão da pandemia de Coronavírus, tais informações não foram conhecidas pelos jornalistas que cobrem o clube.

O Cruzeiro também não gostou de saber que Edilson e Robinho abriram um bar em Nova Lima, município vizinho a Belo Horizonte. Robinho confirmou que ele e o lateral são acionistas do La Villa Parrilla, mas negou que o estabelecimento é um bar. “Trata-se de uma churrascaria de alto padrão”, explicou, via assessoria.

A dupla também perdeu pontos com a nova cúpula pela fama de baladeira e pela boa relação com Itair Machado, vice-presidente de futebol que afundou o Cruzeiro em dívidas e rebaixou o time para a Série B no ano passado. “O Robinho teve três aumentos, todos com comissão para o empresário dele”, afirma o dirigente, detonando Itair.

Edilson tinha salário de R$ 500 mil mensais, enquanto Robinho ganhava R$ 450 mil. É bem verdade que ambos aceitaram faturar R$ 150 mil por mês nesta temporada - a Raposa começaria a pagar a diferença a partir de abril do ano que vem.