Mercado fechará em 2 h 46 min
  • BOVESPA

    112.302,40
    +1.376,80 (+1,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.203,72
    -253,83 (-0,49%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,25
    +0,03 (+0,04%)
     
  • OURO

    1.799,10
    -16,10 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    16.933,99
    -35,71 (-0,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    401,92
    +0,50 (+0,12%)
     
  • S&P500

    4.042,78
    -33,79 (-0,83%)
     
  • DOW JONES

    34.212,45
    -182,56 (-0,53%)
     
  • FTSE

    7.561,19
    +2,70 (+0,04%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.894,75
    -168,00 (-1,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4762
    +0,0108 (+0,20%)
     

Disney anuncia compra do navio de cruzeiro 'Global Dream'

A divisão de cruzeiros do grupo americano Disney anunciou a aquisição do "Global Dream", um dos maiores navios de cruzeiro do mundo, ainda inacabado, que há meses aguardava um novo dono em um hangar na Alemanha.

Genting HK, um grupo asiático de viagens e lazer, foi quem encomendou o navio de sua subsidiária alemã MV Werften. Ambas as empresas faliram, porém, vítimas da pandemia da covid-19 que paralisou os cruzeiros.

Desde então, o destino do mastodonte dos mares é incerto.

"Sua construção será concluída no antigo estaleiro da MV Werften em Wismar, sob a supervisão de Meyer Werft", estaleiro com sede em Papenburg, na Baixa Saxônia, que já construiu três outros navios de cruzeiro para o grupo, anunciou a Disney Cruise Line em um comunicado divulgado na quarta-feira (16).

O preço de compra não foi divulgado.

Em junho, a administração da MV Werften indicou que o navio, com um custo total estimado de 1,5 bilhão de euros, ainda precisava de 600 milhões de euros para ser concluído.

O "Global Dream" será renomeado, seu exterior, redecorado em "cores inspiradas no Mickey Mouse", e ficará fora dos Estados Unidos. Com capacidade para cerca de 6.000 passageiros e 2.300 tripulantes, espera-se que navegue pelos mares a partir de 2025.

bur-ilp/mat/clr/mab/zm/mr/tt