Mercado abrirá em 5 h 48 min
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,37
    +0,29 (+0,40%)
     
  • OURO

    1.776,30
    -7,10 (-0,40%)
     
  • BTC-USD

    32.993,84
    -947,68 (-2,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    798,82
    -11,37 (-1,40%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.074,06
    0,00 (0,00%)
     
  • HANG SENG

    28.904,79
    +87,72 (+0,30%)
     
  • NIKKEI

    28.875,23
    +0,34 (+0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.296,25
    +33,25 (+0,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9329
    +0,0044 (+0,07%)
     

Diretora do Fed diz esperar que pressões sobre preços diminuam com o tempo

·1 minuto de leitura
Lael Brainard, diretora do Fed

NOVA YORK (Reuters) - O recente aumento da inflação visto em algumas áreas da economia dos Estados Unidos deve amenizar depois que os preços se recuperarem das mínimas atingidas no início da pandemia e os desequilíbrios temporários entre oferta e demanda forem resolvidos, disse a diretora do Federal Reserve Lael Brainard nesta segunda-feira.

"Estamos no meio de uma recuperação sem precedentes na economia dos EUA", disse Brainard durante debate virtual organizado pela CoinDesk.

Embora alguns preços possam aumentar ainda mais nos próximos meses, Brainard disse esperar que essas pressões associadas a gargalos de fornecimento e a reabertura "diminuam com o tempo".

(Por Jonnelle Marte)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos