Mercado fechado

Diretor do TikTok se reunirá com reguladores europeus em Bruxelas

O diretor-executivo do TikTok, Shou Zi Chew, terá reuniões em Bruxelas com funcionários do alto escalão da União Europeia, nesta terça-feira (9), em um momento em que o bloco intensifica o escrutínio do gigante chinês das redes sociais.

Chew se reunirá com as vice-presidentes Margrethe Vestager e Vera Jourova; a comissária de Assuntos Internos, Ylva Johansson; e o comissário de Justiça, Didier Reynders. Estarão na pauta temas como privacidade, regulamentação de conteúdo e segurança infantil online.

O TikTok, cuja empresa matriz ByteDance é chinesa, está sob forte pressão dos dois lados do Atlântico. Legisladores dos Estados Unidos querem o fim de suas operações no país e no mês passado Washington baniu o aplicativo de dispositivos do governo federal.

A ByteDance é investigada pelo regulador de privacidade irlandês, o DPC, sobre uma possível violação da lei de proteção em massa de dados da UE. Além disso, a empresa foi alvo de fortes críticas no ano passado após a revelação de que espionava jornalistas.

A União Europeia tem aprovado importantes leis para garantir que as plataformas de redes sociais sigam as normas do bloco. A visita de Chew ocorre após entrar em vigor, em novembro, a Lei dos Serviços Digitais (DSA), que impõe uma regulamentação mais estrita.

Thierry Breton, principal responsável do bloco pelo cumprimento das normas digitais, fará uma videochamada com Chew em 19 de janeiro, já que está na Espanha esta semana.

A ByteDance nega que o governo chinês tenha qualquer controle sobre o TikTok. Um porta-voz disse que o aplicativo está “totalmente comprometido com a implementação das disposições da DSA e colocou à disposição recursos chave de toda a empresa para garantir a futura conformidade com a regulamentação”.

bur-raz/ahg/mb/ic/mvv