Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.974,55
    +1.955,40 (+4,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Diretor de Guardiões da Galáxia revela qual música nunca usaria na trilogia

·2 minuto de leitura

Além do bom humor e dos personagens inusitados, a franquia Guardiões da Galáxia se tornou conhecida pela trilha sonora de suas adaptações cinematográficas. Essa é uma preocupação grande do diretor James Gunn, que inclusive já divulgou que terminou a seleção de músicas que vão estar no terceiro longa — e qual faixa jamais colocaria em um filme da trilogia.

Em resposta a questionamentos de fãs feitos pelo Instagram, Gunn respondeu que nunca usaria a faixa Dancing in the Moonlight, do grupo King Harvest. Segundo o diretor, muitos fãs da franquia pediram que a música fosse incluída de alguma forma nos filmes, mas ele considera que ela já foi usada muitas vezes e já se tornou banalizada.

Ao CinemaBlend, o diretor também explicou o motivo pelo qual a ordem de aparição das músicas da trilha de Guardiões da Galáxia é diferente entre os filmes e o disco oficial. Segundo ele, uma combinação que funciona no cinema não necessariamente causa o mesmo impacto quando as pessoas estão simplesmente escutando as faixas e fazendo outras atividades.

Ordem das músicas muda o fluxo desejado

“Quando você agrupa as músicas, há um fluxo na maneira como as canções funcionam juntas”, explicou Gunn. “E se você as coloca na ordem do filme, acaba ficando algo muito pop no começo e muito sombrio na última metade. Fica mais sombrio conforme você progride, especialmente no Volume 2”.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Antes de retornar para dirigir Guardiões da Galáxia 3, James Gunn está trabalhando na finalização de sua adaptação de Esquadrão Suicida. Segundo o diretor, um de seus artistas atuais favoritos contribuiu para a trilha sonora do filme com um “pop clássico” que está “queimando em seu cérebro” e ele mal pode esperar para compartilhar mais informações sobre a música em questão.

O Esquadrão Suicida tem estreia marcada para o dia 6 de agosto nos cinemas e através da HBO Max. Já o novo capítulo da saga de Starlord, Gamora, Drax, Rocket Racoon e Groot só deve chegar em 23 de maio de 2023, mas um especial de fim de ano comandado pelos heróis está programado para estrear na Disney+ durante as comemorações de final de ano.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos