Mercado abrirá em 55 mins
  • BOVESPA

    111.716,00
    -2.354,00 (-2,06%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.395,94
    -928,96 (-2,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,12
    -0,62 (-0,79%)
     
  • OURO

    1.648,00
    -7,60 (-0,46%)
     
  • BTC-USD

    18.866,53
    -249,05 (-1,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    432,20
    -12,34 (-2,77%)
     
  • S&P500

    3.693,23
    -64,76 (-1,72%)
     
  • DOW JONES

    29.590,41
    -486,29 (-1,62%)
     
  • FTSE

    6.981,40
    -37,20 (-0,53%)
     
  • HANG SENG

    17.855,14
    -78,13 (-0,44%)
     
  • NIKKEI

    26.431,55
    -722,28 (-2,66%)
     
  • NASDAQ

    11.314,25
    -62,50 (-0,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1096
    +0,0120 (+0,24%)
     

Diretor da Kimberly-Clark sugere investimentos que tornam empresas eficientes

A aceleração da digitalização das empresas no período pandêmico trouxe maior agilidade em muitos processos, como a ferramenta de RH que a Kimberly-Clark passou a utilizar na movimentação de seus colaboradores. “No passado, quando eu ia fazer a movimentação de um colaborador, como uma promoção, eu precisa de outras duas ou três áreas me apoiando e o processo demorava dias, às vezes até semanas. Hoje, eu ingresso na ferramenta e faço tudo sozinho em uma hora”, explica Felipe Balbino, diretor de recursos humanos da Kimberly-Clark.

De acordo com o executivo, investir em soluções digitais para o mundo corporativo ainda é uma grande oportunidade. “Ainda existe muito espaço para que as pessoas criem outras ferramentas que possam aperfeiçoar processos como esse”, diz Balbino.

Além da questão tecnológica, o diretor de RH sugere atenção aos modelos “Agile”, que utilizam a metodologia ágil para criar novas estruturas organizacionais e conceitos que tornam equipes e empresas mais eficientes. “Eu posso conectar esse modelo com desenvolvimento, com treinamento para as pessoas… É uma pauta que tem um mundo gigantesco de oportunidades”, afirma Balbino.

Kimberly-Clark adota câmera fechada para aumentar inclusão

“Com esta decisão de deixar apenas a câmera do entrevistador aberta, nós queremos tirar os vieses inconscientes das pessoas. Queremos que, no momento da entrevista, haja um melhor entendimento de quem é aquele candidato é do que ele traz independente da aparência física”, afirma Balbino.

Outra mudança que o digital trouxe para o setor de recursos humanos é a quebra do paradigma dos colaboradores viverem na mesma localidade onde trabalham. Tanto no recrutamento, quanto na gestão de carreira, o endereço do escritório passou a ser secundário

Executivo de RH com experiência internacional

Com uma experiência de mais de 18 anos em multinacionais como Pepsico, Novartis, Bayer e Janssen, Felipe Balbino ocupa o cargo de diretor de recursos humanos da Kimberly-Clark no Brasil desde setembro de 2021. Durante sua carreira, morou em diversos países como Alemanha e Espanha, onde atuou como business partner e diretor de RH, respectivamente. O executivo é graduado em Administração, com pós-graduação em Gestão de Marketing pelo Insper e Especialização em Gestão de Mudança pela Universidade de Nova Iorque.