Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.767,45
    -497,51 (-0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.129,88
    -185,81 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,08
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.781,40
    +4,00 (+0,23%)
     
  • BTC-USD

    34.042,45
    +1.526,22 (+4,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    807,30
    +12,97 (+1,63%)
     
  • S&P500

    4.246,44
    +21,65 (+0,51%)
     
  • DOW JONES

    33.945,58
    +68,61 (+0,20%)
     
  • FTSE

    7.090,01
    +27,72 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.309,76
    -179,24 (-0,63%)
     
  • NIKKEI

    28.964,00
    +79,87 (+0,28%)
     
  • NASDAQ

    14.286,50
    +28,25 (+0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9152
    -0,0046 (-0,08%)
     

Dinossauro gigante descoberto há 15 anos finalmente ganha nome: Australotitan

·1 minuto de leitura

Cientistas australianos finalmente classificaram uma nova espécie de dinossauro, quase 15 anos depois da sua descoberta. A identificação da criatura é o resultado de uma década de trabalho intenso e minucioso, que precisou de bastante cuidado devido às condições delicadas do material, ainda que muitas partes estejam intactas.

O dinossauro, que agora foi batizado de Australotitan cooperensis, também entrou na lista das 15 maiores criaturas que já pisaram na Terra, chegando a medir até 6,5 metros de altura, 30 metros de comprimento, e pesando até 70 toneladas.

<em>Imagem: Reprodução/Museu de Queensland</em>
Imagem: Reprodução/Museu de Queensland

Como parte da identificação, foi preciso comparar as ossadas com outras espécies já conhecidas, como os saurópodes, dinossauros herbívoros grandes, de pescoço e caudas longas e de pernas grossas. Os paleontólogos descobriram que a criatura está relacionada a três espécies de saurópodes: Wintonotitan, Diamantinasaurus e Savannasaurus.

A descoberta do dinossauro aconteceu em 2007 em Eromanga, cidade da Austrália que fica ao sul de Queensland, em uma fazenda pertencente a um casal, Robyn e Stuart Mackenzie. Antes do Australotitan, outras ossadas de dinossauros já haviam sido encontradas por lá, fazendo com que a família passasse a se dedicar à pesquisa.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos