Mercado abrirá em 5 h 35 min
  • BOVESPA

    108.376,35
    -737,80 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.006,11
    +197,55 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,81
    -1,69 (-2,15%)
     
  • OURO

    1.625,60
    -10,60 (-0,65%)
     
  • BTC-USD

    18.714,57
    -1.505,85 (-7,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    427,85
    -31,29 (-6,81%)
     
  • S&P500

    3.647,29
    -7,75 (-0,21%)
     
  • DOW JONES

    29.134,99
    -125,82 (-0,43%)
     
  • FTSE

    6.907,51
    -77,08 (-1,10%)
     
  • HANG SENG

    17.275,85
    -584,46 (-3,27%)
     
  • NIKKEI

    26.173,98
    -397,89 (-1,50%)
     
  • NASDAQ

    11.182,00
    -151,75 (-1,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1186
    -0,0413 (-0,80%)
     

Dinossauro de 25 metros achado em Portugal pode ser o maior da Europa

Foi encontrado, em Portugal, o fóssil de um dinossauro herbívoro de 25 metros de comprimento, podendo ser o maior saurópode já encontrado na Europa. A descoberta, divulgada pela Universidade de Lisboa na última segunda-feira (22), foi feita na jazida paleontológica de Monte Agudo, na região de Pombal. Escavações no local haviam começado ainda em 2017.

O sítio arqueológico foi descoberto por acaso pelo proprietário do local, que planejava construir no terreno, mas notou fragmentos de fósseis e decidiu alertar paleontólogos. Após 5 anos de escavações, o esqueleto do grande réptil foi encontrado, durante trabalhos entre 1 e 10 de agosto deste ano.

Paleontólogos posam com os fósseis do saurópode desconhecido de Monte Agudo (Imagem: IDL Ciências ULisboa)Imagem:
Paleontólogos posam com os fósseis do saurópode gigante e desconhecido de Monte Agudo (Imagem: IDL Ciências ULisboa)Imagem:

Saurópodes europeus e onde habitam

Os saurópodes foram grandes herbívoros quadrúpedes, ostentando pescoços e caudas caracteristicamente compridos. Em Portugal, foram encontradas vértebras e costela de um animal de espécie até o momento desconhecida, mas que se sabe pertencer a esse clado. Conforme os pesquisadores, é bem incomum encontrar todas as costelas de um animal preservadas da forma como estavam na escavação.

Segundo investigações preliminares, o dinossauro em questão seria um braquiossaurídeo, fazendo parte dos pesos pesados dos saurópodes do Jurássico superior até o Cretáceo inferior, espécies com membros anteriores bem avantajados. Espécies pertencentes ao conjunto são Giraffatitan brancai e Brachiosaurus altithorax, bem como outro lusitano, o Lusotitan atalaiensis.

Alamosaurus, uma espécie de saurópode que pode ser muito parecida com a do animal encontrado em Portugal (Imagem: DiBgd/CC-BY-3.0)
Alamosaurus, uma espécie de saurópode que pode ser muito parecida com a do animal encontrado em Portugal (Imagem: DiBgd/CC-BY-3.0)

A preservação do fóssil e a disposição de seus ossos levam os cientistas a crer que há outras partes do esqueleto do animal espalhadas pelo terreno, o que deve ser revelado em escavações posteriores. Nas últimas décadas, a jazida paleontológica de Monte Agudo vem trazendo inúmeras descobertas sobre a fauna continental de 145 milhões de anos atrás da Península Ibérica. O novo saurópode reafirma a importância do local para o nosso entendimento do Jurássico superior.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: