Mercado fechado

Diniz não pode se dar ao luxo de poupar jogadores. Ao São Paulo, só resta ganhar

Alexandre Praetzel
·2 minuto de leitura
Fernando Diniz será mantido no SP, mas também precisa de títulos. Foto: Fernando Alves/AGIF
Fernando Diniz será mantido no SP, mas também precisa de títulos. Foto: Fernando Alves/AGIF

O São Paulo tem dois jogos importantíssimos até a virada do ano, determinando resultados fundamentais para a busca por títulos, com oito anos de jejum. Neste sábado, enfrenta o Fluminense, pela Série A do Brasileiro, e na próxima quarta-feira, decide se passa ou não para a final da Copa do Brasil, torneio que nunca conquistou.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Fernando Diniz sabe que o confronto diante do Grêmio vai exigir muito mais do que um bom futebol. Será outra partida de muita intensidade e força, com a obrigação do São Paulo em vencer no tempo normal, no mínimo por um gol de diferença. O empate classifica o tricolor gaúcho.

Vale destacar que Diniz não tem poupado jogadores e o São Paulo mantém o ritmo, mesmo com a maratona do calendário. O preparo físico são-paulino merece elogios, assim como os médicos, adotando um protocolo competente contra Covid, deixando o elenco à disposição do treinador.

Por isso, o blog entende que o São Paulo deva manter a força máxima no Maracanã. Os três pontos sobre o Flu valerão tanto quanto uma passagem pelo Grêmio, mesmo que não haja garantias de vitórias. O São Paulo lidera o Brasileiro com cinco pontos sobre o Flamengo, com um jogo a mais. Não é interessante correr riscos, com uma vantagem pequena.

O lateral Reinaldo será escalado porque cumpre suspensão na Copa do Brasil. Diniz tem sido coerente nas suas escolhas e vejo como tendência a presença dos titulares, no Rio de Janeiro. Joga sábado, descansa domingo e se reapresenta na segunda-feira.

Pelo histórico recente, o São Paulo não pode se dar ao luxo de relevar alguma competição. É preciso ganhar e ganhar. Diniz tem noção disso, mesmo com sua renovação confirmada pela nova diretoria.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos