Mercado abrirá em 7 h 5 min
  • BOVESPA

    96.582,16
    +1.213,40 (+1,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    36.801,37
    -592,34 (-1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    36,29
    +0,12 (+0,33%)
     
  • OURO

    1.875,70
    +7,70 (+0,41%)
     
  • BTC-USD

    13.420,15
    -67,08 (-0,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    262,94
    +20,26 (+8,35%)
     
  • S&P500

    3.310,11
    +39,08 (+1,19%)
     
  • DOW JONES

    26.659,11
    +139,16 (+0,52%)
     
  • FTSE

    5.581,75
    -1,05 (-0,02%)
     
  • HANG SENG

    24.580,22
    -6,38 (-0,03%)
     
  • NIKKEI

    23.153,14
    -178,80 (-0,77%)
     
  • NASDAQ

    11.200,00
    -142,75 (-1,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7500
    +0,0044 (+0,07%)
     

Diniz ainda nem caiu e São Paulo se divide por substituto

Jorge Nicola
·2 minutos de leitura
Só uma vitória contra o Atlético-GO pode evitar a demissão de Diniz na quarta-feira (Rubens Chiri/São Paulo)
Só uma vitória contra o Atlético-GO pode evitar a demissão de Diniz na quarta-feira (Rubens Chiri/São Paulo)

O gato de Fernando Diniz subiu no telhado. Apesar de não ter sido demitido nesta segunda-feira, a situação do treinador parece irreversível, a ponto de já se discutir internamente quem pode substitui-lo. E cada ala pensa de uma maneira completamente diferente. O presidente Leco, por exemplo, queria muito contar com Mano Menezes, que se empregou recentemente no Bahia.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Já o gerente de futebol, Alexandre Pássaro, defende a volta de Rogério Ceni, algo completamente descartado para já - Ceni não sairia do Fortaleza neste momento e não trabalharia, em hipótese alguma, com Leco mais uma vez.

Leia também:

Se Mano e Ceni estão descartados, existem outros três bem mais viáveis: Diego Aguirre, Paulo Autuori e Vagner Mancini. O nome do uruguaio Aguirre é aquele que agrada a mais gente: Lugano, diretores e até funcionários do CT. Já Autuori é uma ideia única e exclusiva de Raí.

Por sua vez, Mancini está na mesa de discussão por causa dos bons resultados que conseguiu enquanto interino, entre a saída de André Jardine e a chegada de Cuca.

A única certeza pelos lados do Morumbi é de que Fernando Diniz está por um fio. Depois de semanas relutando, Leco se rendeu à pressão interna e passou a concordar com Lugano e outros diretores de que o treinador é o maior culpado pela sequência de maus resultados - já são sete partidas sem vitória.

Diniz só não foi demitido nesta segunda-feira porque Raí conseguiu uma última chance ao treinador. Até algumas lideranças do elenco que sempre o bancaram parecem menos entusiasmadas em defender Diniz.

Para escapar da demissão, ele vai precisar obrigatoriamente de uma vitória contra o Atlético-GO, nesta quarta-feira, no Morumbi. E a ironia do destino é que o adversário tem como treinador Vagner Mancini, preterido pelos atletas do Tricolor há exatamente um ano. Ele havia sido escolhido pela diretoria, mas os atletas pediram a contratação de Diniz.

O episódio, inclusive, gerou uma relação bem ruim entre Raí e Mancini. Ou seja, se Mancini for recontratado, Raí passará a ser uma Rainha da Inglaterra no Morumbi.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos