Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,79 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,80 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    +0,25 (+0,31%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -3,70 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    19.196,99
    -99,17 (-0,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,09 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,93 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,89 (-1,84%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    +22,75 (+0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3040
    +0,0060 (+0,11%)
     

Diminuição no preço do gás de cozinha deve ter pouco impacto na inflação

Gás  ficará 4,7% mais barato nas refinarias (Getty Image)
Gás ficará 4,7% mais barato nas refinarias (Getty Image)
  • Petrobras anunciou a diminuição no preço do gás

  • Produto será vendido por R$ 52,34 para as refinarias

  • Item fica mais caro após adicionar preços de operação e distribuição

Faltando poucos dias para as eleições, foram anunciadas mais medidas que podem agradar a população. A partir desta terça-feira, o gás de cozinha ficará 4,7% mais barato nas refinarias.

A Petrobras diz que o preço médio do botijão de 13kg com gás liquefeito de petróleo (GLP) passará de R$ 54,94 para R$ 52,34. Na hora de repassar para o consumidor, as empresas incluem os valores operacionais e de lucro.

Essa já é a segunda redução do preço do GLP no ano, de acordo com dados da estatal. A primeira diminuição aconteceu em 9 de abril, quando o botijão passou a custar R$ 54,94. Isso representou um recuo de 5,61% em relação ao preço anterior.

Mas, antes das diminuições, aconteceram altas expressivas. No dia 11 de março, o preço do item passou de R$ 50,15 para R$ 58,21, o que significa um aumento de 16,07%.

"Essa redução acompanha a evolução dos preços de referência e é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações e da taxa de câmbio", disse a Petrobrás, em nota.

Apesar dos esforços, a medida deve ter pouco efeito na inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Economistas estimam que cada 1% a menos no gás de botijão tem impacto de 0,01 ponto percentual no IPCA acumulado em 12 meses. Ou seja, pode até ajudar um pouco os consumidores, mas não terá uma grande diferença nos índices econômicos.