Dilma ressalta avanço para 14 mil MW de energia térmica

A presidente Dilma Rousseff citou, durante inauguração de um parque eólico em Sergipe nesta terça-feira, que o País tinha um setor elétrico que, quando precisava, não conseguia importar energia do Sul para o Sudeste e Nordeste. Destacou a produção das termelétricas e disse que, antes, "tínhamos 4 mil megawatts (MW) de energia térmica e esse número hoje chega a 14 mil MW".

No Brasil, segundo a presidente, temos 121 mil MW de energia. "Para vocês terem uma ideia, eu estive há três dias no Chile e lá não tem nem 10% de energia. Vamos dobrar os 121 mil megawatts em 15 anos."

A presidente voltou a garantir que a conta de luz será reduzida e que não faltará energia para o País crescer. "Aproveito para dizer que este ano vamos bater um recorde. Vai ser o ano em que mais energia vai entrar na nossa matriz. Estou falando que no Brasil inteiro vão entrar 8.500 megawatts."

Na avaliação de Dilma, o Brasil é um dos países que estão chegando mais perto de ter energia para todos os lares. "Temos todas as condições para chegar à mais afastada comunidade e garantir energia elétrica. O Brasil, com mais essa contribuição, tem energia suficiente para assegurar que este ano será de grande crescimento das nossas oportunidades."

Carregando...