Dilma promete crédito abundante para a safra

Em seu programa semanal de rádio, a presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira que não deixará faltar apoio e vai aumentar cada vez mais o crédito para a agricultura brasileira. Na edição desta segunda-feira do programa "Café com a Presidenta", Dilma Rousseff comentou o fato de a Vila Isabel, escola de samba campeã do carnaval carioca neste ano ter abordado o tema "Brasil, celeiro do mundo".

Dilma destacou o fato de a produção brasileira de grãos esperada para este ano, de 185 milhões de toneladas, ser a maior da história, resultado da dedicação dos agricultores "e do clima e do solo que nós temos aqui no Brasil". Ela observou que o governo federal deu apoio à produção de alimentos, ampliando o crédito e reduzindo o custo dos financiamentos. A presidente também destacou o papel da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Ao comentar o Plano de Safra 2012/13, a presidente lembrou que o governo disponibilizou R$ 115 bilhões para financiar o agronegócio e outros R$ 18 bilhões para a agricultura familiar. Ela destacou a forte demanda pelo crédito, pois os agricultores já tomaram R$ 72 bilhões para financiar o custeio e os investimentos. "Só nesta safra, que ainda está pela metade, o agronegócio já tomou emprestado R$ 13,5 bilhões para a modernização das suas propriedades. Apenas os empréstimos do BNDES para compra de equipamentos agrícolas cresceram 24% em relação à safra passada", disse ela.

No caso da agricultura familiar, a presidente comentou que o Pronaf já liberou nesta safra R$ 6 bilhões para a compra de máquinas e para projetos de infraestrutura nas propriedades. Ela lembra que os agricultores familiares contam também com ações do governo federal que são estratégicas, como o Programa de Aquisição de Alimentos, o chamado PAA, para garantir a compra de sua produção.

Carregando...