Dilma oferece à Nigéria parcerias em energia e petróleo

O Brasil deverá apoiar a Nigéria no desenvolvimento de linhas de transmissão de energia elétrica para melhorar o abastecimento do país. A promessa foi feita pela presidente Dilma Rousseff, durante a visita de Estado a Nigéria, na manhã deste sábado (23). Dilma, que se reuniu por duas horas com o presidente Goodluck Jonathan, afirmou ainda que o Brasil irá cooperar com a Nigéria em temas como agricultura e formação de técnicos e agrônomos, além de prometer a ampliação da presença da Petrobras no país.

Um dos maiores produtores de petróleo do mundo, a Nigéria é hoje a terceira economia da África, atrás apenas de África do Sul e Egito, mas ainda sofre com pobreza extrema e problemas graves de infraestrutura, especialmente na área de energia. As quedas de luz são constantes mesmo na capital, Abuja, e a principal razão é a falta de linhas de transmissão.

"Nós queremos estabelecer uma parceria na área de energia elétrica dada a capacidade do Brasil na área de geração hídrica e na construção de um grande sistema de transmissão. Queremos, portanto, ampliar a nossa parceria nessa área", afirmou a presidente durante a declaração à imprensa, no encerramento da visita.

Dilma disse, ainda, que pretende ver a Petrobras aumentar sua presença na Nigéria. A presidente não deu detalhes de como deverá ser essa nova atuação da empresa. Um dos problemas da Nigéria em que a estatal poderia ajudar é no segmento de refino de petróleo. O país africano ainda é um exportador de petróleo bruto e importador de combustíveis.

A Nigéria é o principal parceiro comercial do Brasil no continente africano, com um intercâmbio que aumentou 500% nos últimos 10 anos, alcançando US$ 9 bilhões em 2012. A balança é desfavorável ao Brasil, que compra derivados de petróleo e vende produtos manufaturados e açúcar. "Sem dúvida, a Nigéria é parte relevante da história do Brasil, e será, cada vez mais, parte do nosso futuro", disse.

O presidente nigeriano deixou claro que espera do Brasil cooperação em diversas áreas, que vão de energia e biocombustíveis a aviação.

Carregando...