Dilma afirma ser "ridículo" dizer que o Brasil corre risco de racionamento

Brasília, 27 dez (EFE).- A presidente Dilma Rousseff descartou nesta quinta-feira que o Brasil sofra crise energética, apesar dos blecautes que vem acontecendo recentemente em diversos estados do país.

"Eu acho ridículo dizer que o Brasil corre risco de racionamento. Ridículo", disse Dilma, em encontro com jornalistas no Palácio do Planalto.

Ao conceder entrevista, a presidente garantiu que o investimento em infraestrutura será uma "obsessão" para seu Governo em 2013, especialmente, no setor elétrico, para blindar o sistema contra novos erros. "Estamos fazendo o possível e é meu compromisso, junto com os responsáveis do setor elétrico, superar essas interrupções".

A última grande interrupção aconteceu na noite desta quarta-feira, deixando às escuras o Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro. Segundo a Infraero, o corte de energia durou duas horas. O blecaute causou atrasos em 19 vôos.

Segundo Dilma, o problema no aeroporto foi causado por um "erro humano", pela falta de manutenção do sistema de ar condicionado que, aparentemente, não suportou o calor e causou uma sobrecarga no sistema. EFE

Carregando...