Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.539,83
    +1.882,18 (+1,91%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.201,81
    +546,36 (+1,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    41,51
    +0,05 (+0,12%)
     
  • OURO

    1.912,70
    -2,70 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    11.949,49
    +892,48 (+8,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    239,54
    +0,62 (+0,26%)
     
  • S&P500

    3.443,12
    +16,20 (+0,47%)
     
  • DOW JONES

    28.308,79
    +113,37 (+0,40%)
     
  • FTSE

    5.889,22
    +4,57 (+0,08%)
     
  • HANG SENG

    24.569,54
    +27,28 (+0,11%)
     
  • NIKKEI

    23.567,04
    -104,09 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    11.671,00
    +10,25 (+0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6264
    +0,0275 (+0,42%)
     

Digitalização do sistema financeiro não tem volta, diz diretor do BC

·1 minuto de leitura
.
.

BRASÍLIA (Reuters) - O diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resolução do Banco Central, João Manoel de Mello, avaliou nesta quinta-feira que a digitalização do sistema financeiro não tem volta e que o papel do regulador é garantir que esse processo ocorra mais cedo do que mais tarde e com segurança.

"Vejo como falso dilema a suposta tensão entre estabilidade e competição e a gente vai empurrar essa agenda. Essa agenda não tem volta", disse ele, em live promovida pelo BTG Pactual em parceria com a PUC-RJ.

Segundo o diretor, a digitalização na intermediação financeira "muda o jogo".

Mello também disse que os spreads das operações de crédito estão caindo sem causar nenhum risco sistêmico, como resultado de uma agenda longa.

(Por Marcela Ayres)