Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.440,38
    -24,26 (-0,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Diesel nos postos do Brasil sobe 0,5% na 1ª quinzena de junho, aponta Ticket Log

Painel de preços em posto de gasolina em Brasília

SÃO PAULO (Reuters) - O preço médio do diesel nos postos brasileiros subiu 0,54% na primeira quinzena de junho, para 7,21 reais por litro, segundo levantamento feito pela Ticket Log, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil.

O Índice de Preços Ticket Log (IPTL) mostrou ainda que o diesel tipo S-10 teve acréscimo de 0,50% no período, atingindo 7,32 reais por litro.

O preço do combustível tem mostrado altas consecutivas desde janeiro, segundo o levantamento, refletindo principalmente a volatilidade externa das cotações do petróleo, ampliada pela guerra entre Rússia e Ucrânia.

"O preço médio do diesel comum e do S-10 segue em alta consecutiva desde janeiro deste ano. No levantamento atual, todas as regiões do país ainda apresentam aumento no valor de ambos os tipos, quando comparado ao mês anterior", disse o diretor-geral de Mainstream da Divisão de Frotas e Mobilidade da Edenred Brasil, Douglas Pina.

Mesmo com as elevações sucessivas, o preço do diesel e da gasolina no mercado brasileiro segue defasado em relação ao externo, o que pressiona a Petrobras a realizar reajustes. No entanto, fontes afirmam à Reuters que a estatal deve evitar elevar os valores até o encerramento das discussões no Congresso sobre projetos que podem resultar em menor tributação dos combustíveis.

Entre as regiões brasileiras, a pesquisa da Ticket Log para a primeira metade de junho mostrou que o Norte tem o preço médio mais alto para o diesel, tanto para o tipo comum (7,49 reais por litro) quanto para o S-10 (7,61 reais). Já os menores preços foram registrados nos postos do Sul (6,80 reais para o diesel comum e 6,87 reais para o S-10).

Todas as regiões mostraram elevação dos preços do combustível em relação ao preço médio de fechamento de maio.

Nos destaques por Estado, o Acre registrou as maiores médias para o diesel comum (7,91 reais) e o maior aumento percentual ante maio (1,85%).

A Bahia se destacou com a maior redução no valor dos dois tipos de diesel: 2,39% para o comum, que passou para 7,35 reais; e de 2,23% para o S-10, que passou para 7,47 reais.

O levantamento é feito com base nos abastecimentos realizados nos 21 mil postos credenciados da Ticket Log.

(Por Letícia Fucuchima)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos