Mercado fechará em 1 h 46 min
  • BOVESPA

    109.580,71
    -559,93 (-0,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,95
    +175,04 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,99
    -1,89 (-2,49%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -51,30 (-2,66%)
     
  • BTC-USD

    23.547,30
    -264,08 (-1,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    538,57
    +1,71 (+0,32%)
     
  • S&P500

    4.170,72
    -9,04 (-0,22%)
     
  • DOW JONES

    34.119,60
    +65,66 (+0,19%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.798,50
    -48,25 (-0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5604
    +0,0707 (+1,29%)
     

Diesel, gasolina e etanol caem nos postos na 3ª semana de janeiro, aponta ValeCard

SÃO PAULO (Reuters) - Os preços médios do diesel, gasolina e etanol nos postos do país registram recuo na terceira semana de janeiro em relação à semana anterior, segundo levantamento publicado nesta segunda-feira pela ValeCard, empresa de meios de pagamento eletrônicos que tem soluções para gestão de frotas.

Entre os dias 16 e 23 de janeiro, o litro do diesel comum caiu 0,92%, para 6,487 reais, com o Rio Grande do Sul apresentando a menor média de preços (6,127 reais), e Roraima, a maior (8,008 reais).

O litro da gasolina, por sua vez, recuou 1,04% em comparação com a semana anterior. O preço médio alcançou 5,171 reais no período, com a Paraíba registrando o combustível com o menor valor médio (4,951 reais) e Roraima (6,230 reais), o maior. Três Estados tiveram alta de preços: Espírito Santo (0,86%), Maranhão (0,74%) e Acre (0,45%).

“A queda reflete um movimento de acomodação de preços que possivelmente será interrompido devido ao aumento do petróleo no mercado global”, avaliou em nota Brendon Rodrigues, head de inovação e portfólio na ValeCard.

Na semana passada o preço do barril do Brent, usado como referência pela Petrobras, subiu 2,8%, com o preço interno da gasolina apresentando defasagem em relação à paridade internacional, apontou a ValeCard.

Já o etanol alcançou preço médio de 3,89 reais por litro na terceira semana de janeiro, uma queda de 2,31% em relação à semana anterior. Mato Grosso foi o único Estado onde os preços do biocombustível se mostraram mais competitivos em relação à gasolina (69% no período), considerando o cálculo de que, para compensar financeiramente abastecer com etanol, o valor do litro deve ser igual ou inferior a 70% do combustível fóssil.

(Por Letícia Fucuchima)