Mercado fechará em 53 mins
  • BOVESPA

    107.864,79
    +307,12 (+0,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.847,10
    -71,18 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,53
    +0,48 (+0,67%)
     
  • OURO

    1.785,50
    +0,80 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    50.308,42
    -894,83 (-1,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.312,16
    +7,04 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.688,22
    +1,47 (+0,03%)
     
  • DOW JONES

    35.657,90
    -61,53 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.337,35
    -2,55 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    23.996,87
    +13,21 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    28.860,62
    +405,02 (+1,42%)
     
  • NASDAQ

    16.327,25
    +9,25 (+0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2901
    -0,0496 (-0,78%)
     

Diesel fecha outubro com alta de quase 6% nas bombas do Brasil, diz Ticket Log

·2 min de leitura
Frentista abastece veículo em posto de combustíveis no Rio de Janeiro

SÃO PAULO (Reuters) - O litro do diesel foi vendido a 5,214 reais por litro, em média, nos postos do país em outubro, alta de 5,76% ante setembro, com o mercado refletindo altas nos preços de petróleo no combustível comercializado pela Petrobras, de acordo com levantamento da Ticket Log (IPTL).

Foi a sexta alta mensal consecutiva, segundo pesquisa da marca de gestão de frotas da Edenred Brasil.

Quando o valor é comparado à média de outubro do ano passado, o aumento chega a 42% nas bombas, situação que tem provocado protestos dos caminhoneiros, que planejam paralisação na próxima segunda-feira.

"Como já sinalizava na primeira quinzena de outubro, o preço do diesel se confirmou com um novo avanço nos valores, cenário que deve se repetir no próximo período...", disse Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil, citando o último reajuste da Petrobras, de mais de 9% nas refinarias, no início da semana.

"Os postos devem refletir esse aumento nas bombas nos próximos dias", acrescentou.

Desde o início do ano as bombas de todo o país registraram aumentos consecutivos para o combustível, com exceção de abril.

O índice de preços de combustíveis é levantado com base nos abastecimentos realizados nos 21 mil postos credenciados da Ticket Log.

GASOLINA

O preço do litro da gasolina nos postos do país, por sua vez, subiu 3,98% em outubro na comparação com setembro, chegando a um valor médio de 6,56 reais por litro, segundo levantamento da ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas.

Após um ano e cinco meses de altas consecutivas, o valor do combustível acumula um aumento de 63,6% desde maio do ano passado, dois meses após o começo da pandemia, quando o preço médio era de 4,01 reais por litro.

O levantamento foi obtido por meio do registro das transações realizadas entre os dias 1º e 28 de outubro com o cartão de abastecimento da ValeCard em cerca de 25 mil estabelecimentos credenciados.

(Por Roberto Samora)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos