Mercado fechará em 2 h 47 min
  • BOVESPA

    122.895,65
    +379,91 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.122,53
    +253,05 (+0,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,64
    -0,62 (-0,87%)
     
  • OURO

    1.813,60
    -8,60 (-0,47%)
     
  • BTC-USD

    38.460,64
    -1.312,77 (-3,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    937,84
    -5,60 (-0,59%)
     
  • S&P500

    4.413,17
    +26,01 (+0,59%)
     
  • DOW JONES

    35.029,25
    +191,09 (+0,55%)
     
  • FTSE

    7.105,72
    +24,00 (+0,34%)
     
  • HANG SENG

    26.194,82
    -40,98 (-0,16%)
     
  • NIKKEI

    27.641,83
    -139,19 (-0,50%)
     
  • NASDAQ

    15.027,25
    +74,50 (+0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1973
    +0,0532 (+0,87%)
     

Diesel, etanol e gasolina têm altas discretas nos postos nesta semana, diz ANP

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O preço médio do óleo diesel nos postos de combustíveis do Brasil registrou nesta semana uma leve alta em relação à anterior, em movimento acompanhado também pelas cotações de gasolina e etanol, indicou pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) nesta sexta-feira.

Segundo o levantamento da reguladora, o preço médio do diesel nas bombas subiu 0,35% ao longo da última semana, atingindo 4,508 reais por litro.

O combustível mais consumido do Brasil tem se mantido sem alterações bruscas desde meados de maio, após um salto registrado no começo do mês passado, quando terminou o período de dois meses pelo qual vigorou a isenção do PIS/Cofins incidente sobre o produto.

Desde a semana encerrada em 22 de maio, o preço médio do diesel acumula ganho de 0,58%, de acordo com a ANP.

A gasolina também verificou um leve aumento de 0,10% nesta semana, para valor médio de 5,682 reais por litro. Embora discreto, o movimento foi suficiente para levar o combustível à sua décima semana consecutiva de altas.

Concorrente direto da gasolina nas bombas, o etanol teve variação positiva de 0,3% no período, alcançando preço médio de 4,401 reais por litro.

A Petrobras reduziu o valor da gasolina em suas refinarias em 2% no último sábado, no primeiro reajuste desde o começo do mês passado. A cotação do diesel vendido pela estatal, por sua vez, permanece inalterada desde 1º de maio.

Os preços nos postos, no entanto, não acompanham necessariamente e de imediato os valores nas refinarias, e dependem de uma série de fatores, incluindo impostos, mistura de biocombustíveis e margens de distribuição.

(Por Gabriel Araujo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos