Mercado abrirá em 1 h 10 min
  • BOVESPA

    117.560,83
    +363,01 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.326,68
    +480,85 (+1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,48
    +1,03 (+1,16%)
     
  • OURO

    1.716,10
    -4,70 (-0,27%)
     
  • BTC-USD

    19.985,57
    -223,86 (-1,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    454,56
    -8,56 (-1,85%)
     
  • S&P500

    3.744,52
    -38,76 (-1,02%)
     
  • DOW JONES

    29.926,94
    -346,93 (-1,15%)
     
  • FTSE

    7.008,55
    +11,28 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    17.740,05
    -272,10 (-1,51%)
     
  • NIKKEI

    27.116,11
    -195,19 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    11.500,50
    -41,25 (-0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0977
    -0,0158 (-0,31%)
     

Diesel está 2% barato no Brasil em relação ao mercado exterior, diz estudo

Diesel está 2% barato no Brasil em relação ao mercado exterior, diz estudo
Diesel está 2% barato no Brasil em relação ao mercado exterior, diz estudo
  • Isto abre uma oportunidade de alta no preço de R$ 0,13 por litro nas refinarias;

  • A gasolina está 8% mais cara no país em relação ao preço no exterior;

  • Desde 2016, a Petrobras pratica a política de paridade internacional.

De acordo com levantamento da da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom) publicado nesta segunda-feira (29), o preço do diesel nas refinarias brasileiras voltou a ficar, em média, abaixo do praticado no mercado internacional. A gasolina segue o caminho inverso e está mais cara no Brasil. Desde 2016, a Petrobras baseia-se na variação dólar e no preço do barril de petróleo no exterior para determinar o valor dos combustíveis no mercado nacional.

O diesel está em média 2% mais barato no Brasil do que no exterior, segundo a Abicom. Isto abre uma oportunidade de alta no preço de R$ 0,13 por litro nas refinarias. O litro da gasolina, por sua vez, poderia estar R$ 0,27 mais barato, uma vez que conserva uma diferença média de 8% para cima no preço em relação ao mercado internacional.

“Os preços médios do óleo diesel operam com diferenciais negativos em todos os pontos analisados, os preços médios da gasolina operam com diferenciais positivos em todos os pontos analisados”, informou a Abicom no seu relatório

Nesta segunda-feira o barril de petróleo voltou a custar acima dos US$ 100 após alguma semanas abaixo desse patamar. A commodity vive expectativa de aperto na oferta .

Por conta de uma maior demanda a partir de setembro, a expectativa é de aumento no preço do diesel. Devido as temperaturas mais baixas no hemisfério norte em um momento de restrição de oferta de gás natural pela Rússia. Segundo analistas, o início da colheita da safra agrícola deverá impulsionar a demanda e pressionar o preço do combustível no Brasil.

A Petrobras reajustou o diesel no último dia 12, anunciado uma redução de 4% no valor pago nas refinarias. No caso da gasolina, a estatal anunciou uma queda de 4,8% no dia 16.