Mercado abrirá em 4 mins
  • BOVESPA

    126.285,59
    +1.673,56 (+1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.344,11
    +433,58 (+0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,76
    +0,37 (+0,51%)
     
  • OURO

    1.829,30
    +24,70 (+1,37%)
     
  • BTC-USD

    39.672,79
    -57,09 (-0,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    930,76
    +0,83 (+0,09%)
     
  • S&P500

    4.400,64
    -0,82 (-0,02%)
     
  • DOW JONES

    34.930,93
    -127,59 (-0,36%)
     
  • FTSE

    7.080,30
    +63,67 (+0,91%)
     
  • HANG SENG

    26.315,32
    +841,44 (+3,30%)
     
  • NIKKEI

    27.782,42
    +200,76 (+0,73%)
     
  • NASDAQ

    14.993,50
    -18,00 (-0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0257
    -0,0328 (-0,54%)
     

Diesel e gasolina sobem nos postos pela 2ª semana; etanol também avança, diz ANP

·1 minuto de leitura
Abastecimento de combustível no Rio de Janeiro

SÃO PAULO (Reuters) - Os preços médios de óleo diesel e gasolina avançaram pela segunda semana consecutiva nos postos de combustíveis do Brasil, enquanto o valor do etanol também apresentou ganho, indicou pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) publicada nesta sexta-feira.

De acordo com o levantamento da reguladora, o preço médio do diesel nas bombas subiu 1,08% nesta semana em relação ao fechamento da anterior, atingindo 4,594 reais por litro.

Já o valor da gasolina avançou 1,53% no período, para cotação média de 5,831 reais por litro.

Concorrente direto da gasolina nos postos de combustíveis, o etanol quebrou uma sequência de três semanas de quedas e apurou alta de 1,12%, para média de 4,322 reais o litro, ainda de acordo com a ANP.

Embora os preços nos postos não necessariamente acompanhem de imediato os valores praticados pela Petrobras nas refinarias, dependendo de uma série de outros fatores --como impostos, mistura de biocombustíveis e margens de distribuição--, as altas semanais de diesel e gasolina ocorrem depois de a estatal também ter elevado suas cotações.

No último dia 5, a companhia, que detém um virtual monopólio no refino de petróleo no Brasil, anunciou aumentos de 3,7% no preço do diesel e de 6,3% no da gasolina nas refinarias, na primeira alta de ambos os combustíveis realizada pela gestão do presidente-executivo Joaquim Silva e Luna.

(Por Gabriel Araujo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos