Mercado abrirá em 11 mins

Dicas de segurança para usar o aplicativo do Auxílio Emergencial

Diego Sousa

O governo federal liberou na última terça-feira (07) o aplicativo Caixa | Auxílio Emergencial, meio pelo qual trabalhadores informais e autônomos afetados pelas medidas de contenção do novo coronavírus (SARS-CoV-2) podem se cadastrar para receber uma ajuda de R$ 600. No entanto, dezenas aplicativos não-oficiais já apareciam na Google Play Store com o intuito de roubar dados de usuários desavisados.

Por isso, para ajudá-lo a evitar cair em golpes na hora de usar o app do Auxílio Emergencial, reunimos algumas dicas essenciais de segurança na Web.

Baixe somente aplicativos oficiais do governo

Como informamos acima, foram identificados diversos aplicativos não oficiais se passando por órgãos do governo. Seu objetivo é simples: roubar dados pessoais dos usuários.

No entanto, há somente um serviço legítimo, cujo nome é Caixa | Auxílio Emergencial, disponível para smartphones Android e iPhone (iOS). Baixe o aplicativo através dos links abaixo:

Esse é o aplicativo oficial do governo (Foto: Diego Sousa)

Fique atento também às soluções instaladas e aos responsáveis por elas. O diretor da dfndr lab/PSafe, Emilio Simoni, recomenda que os usuários fiquem atentos a quem desenvolveu o aplicativo e optem por fazer o download diretamente no site oficial — no caso do Auxílio Emergencial, o link é: auxílio.caixa.gov.br.

Cuidado com mensagens no WhatsApp

Exemplo de golpe do WhatsApp usando o Auxílio Emergencial (Foto: Reprodução)

Nos últimos anos, golpes usando o WhatsApp foram bastante utilizados pelos criminosos. Geralmente, são organizações falsas se passando por órgãos do governo para solicitar informações pessoais dos usuários, como CPF, dados bancários e endereço residencial.

Segundo dados do dfndr lab, mais de 6,7 milhões de pessoas já foram atraídas pelo golpe do auxílio, que são mensagens direcionando para páginas mal-intencionadas.

A Polícia Federal alerta que nenhum órgão do governo federal se comunica com a população solicitando dados e informações através de links via WhatsApp. Não informe seus dados nesse tipo de mensagem.

Cuidado com vírus 

Muitas pessoas não têm o costume de instalar antivírus no smartphone, tornando-se alvo fácil para criminosos. Os vírus estão sendo disseminados por meio de e-mails e mensagens, geralmente pedindo para que as pessoas se cadastrem em um suposto Auxílio Emergencial.

Se você receber algo do tipo, exclua a mensagem imediatamente e não clique nos links. Também é recomendado instalar um antivírus no seu celular e fazer uma varredura periodicamente.

Outras dicas de segurança na Web

A Polícia Federal listou algumas dicas para a população não cair em golpes durante a pandemia. Confira abaixo:

  • Procure canais oficiais de informações nos sites ou mídias sociais do Portal Governo do Brasil (gov.br), Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ministério da Saúde, Ministério da Economia, Ministério da Cidadania e das instituições bancárias;
  • Não acesse nenhum site que se diga da Caixa Econômica Federal, sem constar as terminações .gov.br;
  • Cuidado com o imediatismo de mensagens, como: "cadastramento liberados até hoje", "último dia para o cadastro", "urgente";
  • Não marque agendamento para que pessoas compareçam em sua residência. Geralmente, são bandidos se passando por agentes de saúde para realizar assaltos.

Fonte: Canaltech