Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.812,87
    +105,11 (+0,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.729,80
    -4,24 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,63
    +0,13 (+0,14%)
     
  • OURO

    1.771,80
    +0,60 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    23.375,65
    +46,83 (+0,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    558,74
    +1,01 (+0,18%)
     
  • S&P500

    4.283,74
    +9,70 (+0,23%)
     
  • DOW JONES

    33.999,04
    +18,72 (+0,06%)
     
  • FTSE

    7.541,85
    +26,10 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    19.763,91
    -158,54 (-0,80%)
     
  • NIKKEI

    28.942,14
    -280,63 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.527,25
    +4,00 (+0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2349
    -0,0243 (-0,46%)
     

Dicas para tirar fotos perfeitas para o novo formato do Instagram

Tirar fotos perfeitas para o Instagram pode ajudar bastante o seu perfil a se destacar, aumentar o engajamento e atrair mais seguidores. Com as mudanças recentes no feed e a troca do formato quadrado para o retangular em tela cheia (16:9), será preciso mudar o jeito de fotografar.

Foi a partir disto que surgiu a ideia de reunir dicas para produzir boas fotografias para o estilo full screen na vertical. O foco é entender como as imagens estáticas poderão se adaptar em um estilo pensado para privilegiar os vídeos temporários (Stories) e os curtos (Reels) — já confirmado por Mark Zuckerberg, CEO da Meta.

Esse visual na horizontal mudará a forma como as pessoas devem fazer fotografias para o Instagram (Imagem: Reprodução/Instagram)
Esse visual na horizontal mudará a forma como as pessoas devem fazer fotografias para o Instagram (Imagem: Reprodução/Instagram)

Será que essa mudança de enfoque do Insta poderia afetar os ensaios fotográficos? Como as pessoas e empresas devem se portar agora que a rede social mais popular do planeta pretende voltar suas atenções para as imagens em movimento?

Como fazer boas fotografias para o novo formato do Instagram?

O fotógrafo Carlos Bessa é especialista em produzir cliques diferentes para produtos de marcas de beleza, como Vult, área na qual atua desde 1998. Bessa diz que fotografias pensadas para as redes sociais sempre precisam seguir algumas regrinhas básicas, diferentes de uma foto para catálogos.

A foto precisa ser feita de modo que possa ser utilizada em todo tipo de formato. "Na hora de enquadrar uma foto eu sempre penso nos dois formatos verticais do Instagram: 16:9 do Stories e o 1,91:1 do Feed. Sempre me preocupo em abrir mais o quadro da imagem para eu ter opção de corte na postagem", revela.

Para quem deseja tirar boas fotos para seu Instagram ou outra rede social, o fotógrafo recomenda se atentar à iluminação e ao enquadramento. "Tudo depende do que você quer como resultado: luz frontal é sempre uma boa opção. O segundo ponto é sempre eliminar cenas e objetos indesejados e focar no principal elemento da foto", conclui o fotógrafo.

Em vez de privilegiar o estilo wide screen, o novo formato é voltado para fotos e vídeos feitos com o celular de pé (Imagem: Sonyachny/Envato)
Em vez de privilegiar o estilo wide screen, o novo formato é voltado para fotos e vídeos feitos com o celular de pé (Imagem: Sonyachny/Envato)

Para uma pegada comercial, é necessário adotar um estilo mais voltado para a venda do que para o lado artístico. Isso significa que o foco é deslocado da imagem do modelo para o produto, geralmente associado ao uso prático. Se você vende roupas, por exemplo, precisa colocar alguém vestido com o manequim ideal para a peça.

Uma dica é sempre tentar humanizar o retrato, afinal as pessoas entraram em redes sociais para socializar. E é nessa hora que a criatividade separa os profissionais dos amadores, porque a composição da foto faz toda a diferença. Um bom cenário e uma pose diferente, associada a um gatilho mental na legenda, podem ajudar no sucesso.

Fotos em mídias sociais podem acabar?

Mas com o Instagram voltado para os vídeos, há quem se mostre preocupado com o fim da fotografia nas mídias sociais. O TikTok é um exemplo nítido disso, já que o único local onde usa imagens é na biografia.

"Não acredito que a fotografia vai ser abandonada nas redes. Vai sempre haver fotos e vídeos. A foto mostra os detalhes e texturas de um produto que são importantes quesitos na venda", explica Bessa.

O Head do Instagram, Adam Mosseri, fez uma publicação recente na qual garante que jamais removerá o suporte as fotos. Segundo ele, isso faz parte da herança da plataforma e as pessoas amam as imagens estáticas, por isso não existe motivo para acabar com isso.

Fotos e vídeos na horizontal são o futuro

O formato em tela cheia foi implementado oficialmente pelo Instagram e já está em fase de distribuição gradual para usuários globais. Mosseri deu a entender que o formato 16:9 veio para ficar, logo é preciso mudar o seu jeito de fotografar se você quiser tirar proveito dese visual mais alongado.

Será preciso usar aparelhos celulares e máquinas fotográficas na vertical para produzir fotos que explorem mais a parte superior e inferior da imagem, em vez do modelo antigo na horizontal que privilegiava o ambiente em volta. Gostando ou não, esse deve ser o estilo dos próximos anos e as três maiores redes sociais do mundo (Instagram, TikTok e Facebook) parecem dispostas a abraçar isso.

Recentemente, foi divulgado um estudo sobre a queda de engajamento dos formatos tradicionais do feed do Instagram, que hoje privilegia a distribuição do formato Reels. Os números mostram como a taxa caiu de 2019 para cá, com forte acentuação após o lançamento dos vídeos curtos em 2020.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos