Mercado abrirá em 6 h 49 min
  • BOVESPA

    102.814,03
    +589,77 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.796,30
    +303,78 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,62
    +0,67 (+0,96%)
     
  • OURO

    1.789,90
    +4,70 (+0,26%)
     
  • BTC-USD

    57.284,90
    +88,53 (+0,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.445,87
    +16,94 (+1,19%)
     
  • S&P500

    4.655,27
    +60,65 (+1,32%)
     
  • DOW JONES

    35.135,94
    +236,60 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.109,95
    +65,92 (+0,94%)
     
  • HANG SENG

    23.591,68
    -260,56 (-1,09%)
     
  • NIKKEI

    28.384,42
    +100,50 (+0,36%)
     
  • NASDAQ

    16.403,00
    +12,25 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3333
    +0,0041 (+0,06%)
     

Diablo Immortal terá modo PvP com elementos de battle royale

·5 min de leitura

Está enganado quem pensa que Diablo Immortal será uma simples adaptação para celulares da consagrada franquia da Blizzard. Além de oferecer um sistema de progressão extremamente profundo e complexo, o game promete incluir novas maneiras de se aventurar pelo Santuário.

Em uma apresentação para imprensa, que contou com a presença do diretor Wyatt Cheng e do diretor de produção Caleb Arseneaux, o Canaltech pôde conferir mais detalhes sobre o jogo, que está previsto para chegar para dispositivos Android e iOS na primeira metade de 2022. Leve em consideração que este é um game em desenvolvimento que ainda pode mudar até o lançamento final.

Beta fechado

Após passar pelo período alfa no começo de 2021, chegou a hora de Diablo Immortal entrar na fase de beta fechado. Os testes começaram nesta quinta-feira (28) e estão acontecendo apenas em celulares e tablets com sistema Android.

A tristeza para os jogadores brasileiros é que o beta estará disponível em regiões selecionadas, o que não inclui o Brasil. Às 21h no horário de Brasília, os servidores serão abertos no Canadá e depois na Austrália. Nas próximas semanas, a Blizzard deve disponibilizar servidores na Coreia, Japão e China.

Favorita de muitos fãs de Diablo, a classe Necromante estará disponível no beta fechado. De acordo com Arseneaux, as habilidades do personagem foram adaptadas para o jogo mobile. Golpes tradicionais do Necromante passaram por revisões, enquanto outros aspectos inéditos foram adicionados. Outras classes disponíveis são Bárbaro, Monge, Arcanista, Caçador de Demônios e Cruzado.

O Necromante poderá ser testado no beta fechado de Diablo Immortal (Imagem: Divulgação/Blizzard)
O Necromante poderá ser testado no beta fechado de Diablo Immortal (Imagem: Divulgação/Blizzard)

Novo modo PvP: Desafio do Imortal

Uma das novidades do jogo, que já estará disponível para testes no beta fechado, é o modo Desafio do Imortal, que faz parte do Ciclo de Conflito (sistema multiplayer baseado em facções). Esta nova modalidade PvP (jogador contra jogador) coloca 30 participantes, chamados de Sombras, contra 1 jogador, chamado de Imortal.

Na apresentação, Arseneaux explica que o Imortal se torna tão poderoso quanto um chefão de raid (incursão). A diferença é que ele está sendo controlado por um jogador, que deve garantir a vitória contra os outros 30 participantes do evento. O personagem Imortal é imenso, bem maior do que o normal, justamente para destacá-lo durante a partida.

O jogador Imortal é bem maior do que os outros neste modo. (Imagem: Divulgação/Blizzard)
O jogador Imortal é bem maior do que os outros neste modo. (Imagem: Divulgação/Blizzard)

Caso o chefão seja derrotado, todos os Sombras que pereceram durante a batalha serão ressuscitados para participar de um battle royale, em que 10 times com três participantes cada (formados por membros da mesma Casa Sombria) devem se enfrentar. O líder da equipe vencedora ganha a chance de ser o novo Imortal.

Participar do Desafio do Imortal não será muito simples. Os 30 Sombras são selecionados com base nos três melhores jogadores de cada uma das 10 Casas Sombrias, enquanto o Imortal deve ser "um jogador que esteja muito ativo e engajado com o game", de acordo com os desenvolvedores.

Outros ajustes e novidades

Os jogadores terão diferentes maneiras para progredir e conquistar boas recompensas em Diablo Immortal. Uma delas será um sistema de dungeons (masmorras) diários, em que os jogadores serão recompensados com recursos exclusivos para aprimorar suas Relíquias.

A atividade semanal Infernicário, que apareceu no alfa fechado, passou por algumas mudanças. Os chefes foram reformulados para uma jogatina com até oito jogadores. A ideia, de acordo com a Blizzard, é tornar a experiência mais desafiadora e gratificante.

As Gemas Lendárias agora melhoram as estatísticas de defesa e ataque dos jogadores, e aquelas classificadas em Rank 10 poderão ser fundidas em um item por meio do novo sistema de Despertar e Ressonância. Basicamente, um equipamento com uma Gema Lendária de rank 10 será "despertado", fazendo com que as estatísticas sejam aprimoradas. O item também receberá um novo visual, de maneira que pareça que está em chamas.

Quem está pronto para montar o conjunto dos sonhos em Diablo Immortal? (Imagem: Divulgação/Blizzard)
Quem está pronto para montar o conjunto dos sonhos em Diablo Immortal? (Imagem: Divulgação/Blizzard)

Com o sistema de Ressonância, os jogadores podem equipar Gemas Lendárias adicionais em equipamentos despertados. Isso trará ainda mais benefícios e também outras variações cosméticas.

Após receber o feedback no período alfa, a equipe de Diablo Immortal realizou mudanças nas atividades de end game (fim de jogo). Aqueles que se aventurarem nas dificuldades mais elevadas, como Hell III e a nova opção Hell IV, desbloqueiam a chance de ocorrência de itens mais poderosos. O seu nível Paragon também vai influenciar as estatísticas do equipamento encontrado.

Por fim, Diablo Immortal conta com um novo sistema de equipamento para as atividades de end game. Os itens de conjunto ficarão disponíveis para espaços de equipamento secundário, de forma que o jogador receba um bônus adicional ao possuir um número suficiente de itens do mesmo conjunto.

Microtransações no beta fechado

A Blizzard já havia anunciado que Diablo Immortal contaria com microtransações. Desta vez, o beta fechado permitirá que os jogadores realizem compras dentro do jogo, o que inclui o Passe de Batalha Potencializado, orbes eternos (que podem ser usados para comprar itens consumíveis no jogo, como os brasões) e pacotes promocionais.

De acordo com os desenvolvedores, este teste com as microtransações servirá para que eles possam definir como o sistema vai funcionar no lançamento final, de maneira que as compras sejam ajustadas de acordo com as preferências e costumes dos jogadores.

Todas as compras com dinheiro real feitas durante o beta fechado serão creditadas como saldo no jogo final para a conta usada, então é importante que os jogadores utilizem o mesmo login na Battle.net para jogar o teste e a versão de lançamento. Entretanto, o progresso do beta não será transferido.

Suporte a controles

O beta fechado de Diablo Immortal contará com suporte a controles, mas a Blizzard descreve o recurso como “limitado”, já que ainda não está totalmente otimizado e finalizado. Será possível usar o joystick para controlar o personagem e suas habilidades, mas toda a parte de inventário e coleta de itens ainda depende da tela sensível ao toque.

A Blizzard promete que haverá suporte para mais controles compatíveis com dispositivos móveis no lançamento mundial de Diablo Immortal. Confira quais serão os acessórios suportados no beta:

  • Xbox One Wireless Bluetooth Controller

  • Xbox Series X|S Bluetooth Controller

  • Xbox Elite Controller Series 2

  • Xbox Adaptive Controller

  • DualShock 4

  • Razer Kishi

Requisitos mínimos para jogar Diablo Immortal no Android

  • CPU: Snapdragon 670/Exynos 8895 e superiores

  • GPU: Adreno 615/Mali-G71 MP20 e superiores

  • RAM: mínimo de 2 GB de RAM

  • Sistema operacional: Android OS 5.0 (Lollipop) e posteriores

Nota do editor: recentemente, a Activision Blizzard foi processada por manter uma cultura de assédio e discriminação durante anos. Saiba mais sobre as investigações clicando aqui.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos