Mercado abrirá em 6 h 53 min

Dia mundial do cachorro | Como os pets melhoram nossa qualidade de vida

Nesta sexta-feira (26), comemoramos o dia mundial do cachorro, ocasião ideal para relembrar os benefícios que esses pets trazem para a qualidade de vida do ser humano. Diversos estudos já destacaram uma influência positiva promovida por nossos grandes amigos.

Segundo um artigo publicado na revista científica Popular Science no ano passado, a companhia de um cachorro pode auxiliar no tratamento de transtornos mentais, como depressão ou ansiedade crônica. Os autores descobriram que, um ano após adotar um pet de rua, os participantes do estudo apresentaram uma melhora significativa no sentimento de solidão.

Na época, os cientistas recrutaram participantes do estudo através de uma iniciativa norte-americana que consegue casas para que cachorros de rua atuem como animais de apoio emocional. Depois de 12 meses completos de estudo, todos os participantes realizaram um teste psicológico para uma avaliação do bem-estar. A conclusão foi que os voluntários apresentaram níveis menores de ansiedade e depressão.

No entanto, esse não foi o único estudo a despertar o que há de melhor na companhia de um doguinho. No início deste ano, um artigo da revista científica Plos One salientou que os idosos que levam cães para passear têm menos problemas físicos e cognitivos.

Estudos apontam como a companhia de um cachorro melhor a nossa qualidade de vida (Imagem: Nenetus/Envato)
Estudos apontam como a companhia de um cachorro melhor a nossa qualidade de vida (Imagem: Nenetus/Envato)

Para chegar a essa afirmação, os cientistas acompanharam a qualidade de vida de 11.233 participantes de 65 a 84 anos e compararam com a situação de idosos sem animais de estimação. Segundo o artigo, o público que costuma passear com os cachorros tem metade da probabilidade de desenvolver uma deficiência. Os especialistas afirmaram que pessoas que tiveram cães anteriormente apresentam risco de problema físico ou cognitivo 10% menor.

Durante a pandemia, vimos que um cachorro pode ser de grande ajuda na detecção de doenças. Um estudo chegou a apontar que cães farejadores são tão precisos quanto testes de PCR em identificar a covid-19. Em outra ocasião, o Centro Global de Justiça e Ciência Forense, vinculado à Universidade Internacional da Florida, destacou que cães farejam covid em aeroporto com 98% de precisão.

Neste dia mundial do cachorro, aproveitamos para ressaltar também que o impacto dessa companhia não é só emocional: cães podem amenizar dor de pacientes hospitalizados, conforme já indicou um artigo. Logo, a qualidade de vida é muito maior com um amigo fiel desses ao nosso lado!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: