Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.480,00
    +674,99 (+3,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Dia dos Namorados: o que NÃO FAZER em apps de relacionamento

12 de junho é o Dia dos Namorados, e a data, enquanto para os comprometidos, é um momento de passar um momento especial e trocar presentes, para os solteiros pode ser o momento de buscar uma companhia para não passar o dia sozinho — e os aplicativos de relacionamento podem ajudar nessa procura.

Porém, existem certas medidas que os usuários dos aplicativos precisam tomar para melhor se sair no ambiente da paquera online, com a presidente do Match Group na América Latina, responsável pelo app de relacionamento sério Par Perfeito, Eugênia Del Vigna, compartilhando algumas dicas dos comportamentos que devem ser evitados para que os solteiros se deem bem nessas plataformas. Confira:

  • Tratar alguém como "apenas mais um": Em alguns casos, em que o usuário tem muitos pares, é difícil administrar tempo e atenção para cada pessoa, prejudicando inclusive, os pares que se identificam mais, podendo afastá-los. Para evitar isso, a recomendação é que esses participantes populares organizem suas rotinas para engatar e manter uma conversa com todos os seus matchs.

  • Perder tempo com ghosting: Sumir, desaparecer por dias, até meses, e depois voltar a responder à conversa do nada, configura ghosting, e é um forte indicativo que mostra que a pessoa não está tão interessada e pode ter outras prioridades. Evite perder tempo com esse tipo de match, até para não se frustrar.

  • Fazer sempre as mesmas perguntas: Talvez o comportamento mais comum em aplicativos, com usuários, ao conhecerem um match, engajando em um roteiro pronto que muitas vezes não chama a atenção do par, não possibilitando, assim, a fluidez da conversa. Para evitar esse tipo de problema, a recomendação é sempre tentar utilizar abordagens únicas e criativas com cada uma das pessoa que tenham despertado seu interesse.

Dicas de sucesso em apps de relacionamentos (e cuidados de segurança)

<em>Os apps de namoro podem levar usuários a encontrar um bom relacionamento - mas também contam com perigos digitais. (Imagem: Reprodução/Priscilla Du Preez/Unsplash)</em>
Os apps de namoro podem levar usuários a encontrar um bom relacionamento - mas também contam com perigos digitais. (Imagem: Reprodução/Priscilla Du Preez/Unsplash)

Ao passo que os comportamentos acima não são recomendados, já que podem afastar possíveis pretendentes, existem algumas práticas que podem ajudar os usuários de aplicativos como o Par Perfeito a encontrarem bons companheiros. Compartilhamos elas a seguir:

  • Coloque boas fotos: Perfis com fotos são 15 vezes mais vistos, segundo dados do Par Perfeito. Além disso, 60% das pessoas preferem selfies por mostrarem ao usuário como eles realmente são, segundo o Estudo dos Solteiros de 2018, que entrevistou 5.200 usuários dos sites do Match Group;

  • Investigue a pessoa: Não é novidade, mas investigar seu par pode fazer muita diferença na hora de dar par e do primeiro encontro. Através das redes sociais você consegue entender mais como é a personalidade do seu par e sobre quais temas conversar.

Aplicando as dicas, é possível que você consiga atrair mais pessoas, mas ao mesmo tempo é sempre bom lembrar que aplicativos online de relacionamento também contam com perigos de segurança virtual. A atenção quanto a essas questões é importante, além dos usuários dos serviços terem em mente medidas de proteção que podem ajudá-los a não correrem riscos nas plataformas:

  • Nunca forneça informações confidenciais a terceiros: qualquer usuário que solicitar informações confidenciais pode ser um criminoso virtual. Em hipótese nenhuma forneça dados pessoais para usuários dos aplicativos de namoro, já que nunca se sabe quais são as reais intenções da pessoa no outro lado da tela;

  • Não baixe imagens ou arquivos para seus dispositivos: a maior parte das pessoas tem fotos nesses aplicativos de namoro. Por isso, é muito importante que elas sejam apenas exibidas no próprio aplicativo e não sejam baixadas ou armazenadas, já que existem formas de distribuir vírus por meio de imagens. Não coloque seu celular ou computador em risco;

  • Não confiar, usar o bom senso e não ter pressa: trata-se de uma premissa básica, mas às vezes a regra mais óbvia é a mais útil. Tente conhecer o máximo possível o seu "match" antes de qualquer contato mais pessoal;

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos