Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.664,35
    -786,85 (-0,73%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.102,55
    -339,66 (-0,75%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,31
    +0,08 (+0,10%)
     
  • OURO

    1.671,10
    +2,50 (+0,15%)
     
  • BTC-USD

    19.470,26
    -49,26 (-0,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    444,61
    -1,37 (-0,31%)
     
  • S&P500

    3.640,47
    -78,57 (-2,11%)
     
  • DOW JONES

    29.225,61
    -458,13 (-1,54%)
     
  • FTSE

    6.881,59
    -123,80 (-1,77%)
     
  • HANG SENG

    17.165,87
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    26.086,54
    -335,51 (-1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.236,00
    +7,75 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3068
    +0,0088 (+0,17%)
     

Dia do Desenvolvedor | 5 dicas para quem quer começar na área

Hoje, 13 de setembro, é comemorado o Dia do Programador (a) ou do Desenvolvedor (a). A escolha da data se deu por ser o 256° dia do ano, e 256 é o número de valores diferentes que podem ser representados com um byte de oito bits. E anos após ano, este ofício só cresce, seja em número de profissionais, em vagas de emprego, e até mesmo em entusiastas, que têm a programação como lazer.

Em comemoração a esse dia especial, o programador especialista em Inteligência Artificial (IA) e professor da Ultima School, Milton Ossamu preparou uma lista com dicas importantes para quem está começando a programar ou tem a intenção de migrar sua carreira para a programação.

1- Estude sempre: segundo Ossamu, um programador nunca termina de estudar, algo que é inerente a esse mercado, que está sempre em evolução. “Novas tecnologias surgem, novas linguagens, demandas e modelos de negócio. O hábito de estudar está intrinsecamente ligado ao sucesso de um profissional", defende o professor.

2- Aprenda inglês: a língua inglesa é muito comum no cotidiano do programador. Embora não seja uma barreira para o trabalho na área, é importante para um melhor desenvolvimento dos projetos. “Desde os materiais de estudo às linguagens de programação propriamente ditas, o inglês está presente em todos os momentos da vida do programador", explica Ossamu.

3- Seja destemido: a programação pode parecer um monstro sem solução para quem olha de primeira, porém, o medo não pode paralisar alguém. “Procure um mentor, analise se o caminho está certo, mantenha-se atualizado e construa uma rede de contatos. Quanto mais envolvido com o ecossistema, menos ansiedade você terá ao ingressar no mercado", diz o professor.

4- Procure material de qualidade: há muito material disponível sobre programação na internet, boa parte dele acessível e gratuito, permitindo que uma pessoa saia do zero a seu primeiro programa em um tempo relativamente curto. Porém, filtrar esse conteúdo pode ser um desafio, principalmente para iniciantes.

5- Não foque no salário: certamente o que mais atrai novos profissionais para o mercado de tecnologia e a programação é a remuneração muito acima do restante do mercado para cargos iniciais. Porém outros pontos são importantes, como a vontade de aprender e a identificação com o tema, além de afinidade com matemática, análise de dados e estatística.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: