Mercado abrirá em 14 mins
  • BOVESPA

    106.924,18
    +1.236,18 (+1,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.579,90
    +270,60 (+0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,94
    -0,55 (-0,50%)
     
  • OURO

    1.805,80
    -2,40 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    29.927,61
    -350,95 (-1,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    670,89
    -10,21 (-1,50%)
     
  • S&P500

    4.023,89
    +93,81 (+2,39%)
     
  • DOW JONES

    32.196,66
    +466,36 (+1,47%)
     
  • FTSE

    7.424,97
    +6,82 (+0,09%)
     
  • HANG SENG

    19.950,21
    +51,44 (+0,26%)
     
  • NIKKEI

    26.547,05
    +119,40 (+0,45%)
     
  • NASDAQ

    12.411,00
    +28,25 (+0,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2960
    +0,0369 (+0,70%)
     

Dia da Terra é celebrado nesta sexta-feira (22) com ações em prol do planeta

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·5 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Dia da Terra é comemorado mundialmente nesta sexta-feira (22). A data celebra os movimentos em prol do meio ambiente iniciados na década de 1970 e, hoje, é comemorada através de diferentes atividades voltadas à preservação do planeta, como a coleta de lixo, plantio de árvores e outras. Neste ano, o tema do Dia da Terra é “invista em nosso planeta”.

O primeiro Dia da Terra foi celebrado em 1970 e, desde então, a data já mobilizou mais de 1 bilhão de pessoas em mais de 190 países, todas envolvidas em ações transformadoras do nosso planeta. O site Earth Day, que reúne informações sobre as atividades do Dia da Terra, destaca que ainda há tempo para solucionar a crise climática e decidir um futuro próspero, sem abrir mão da sustentabilidade.

Neste ano, a data destaca a necessidade de investir na Terra para a construção de um futuro próspero com equidade. “A menos que as empresas ajam agora, as mudanças climáticas vão danificar mais profundamente as economias, aumentar a escassez, drenar lucros e possibilidades de emprego, e vão impactar todos nós”, alerta o Earth Day.

O Dia da Terra de 2022 tem programação marcada por palestras realizadas junto de parceiros do evento. Para conferir os temas abordados, é só clicar aqui.

A história do Dia da Terra

A criação do Dia da Terra tem suas raízes no início da década de 1970; naquela época, o senador Gaylord Nelson observava com preocupação a degradação ambiental nos Estados Unidos. Então, inspirado pelos protestos do movimento estudantil contra guerras, ele decidiu entrar em ação para conscientizar o público sobre a poluição da água e do ar. Para isso, Nelson se uniu ao ativista Denis Hayes, e decidiram colocar a ideia em prática no dia 22 de abril, data escolhida para alcançar o máximo possível de estudantes.

Depois, Hayes organizou uma equipe para promover eventos de preservação da Terra em todo o país. O que começou com uma equipe de 85 pessoas terminou com a participação de diferentes organizações e grupos. Logo, a iniciativa recebeu o nome de Dia da Terra, atraindo atenção nacional e inspirando milhões de cidadãos norte-americanos.

Já na década de 1990, líderes ambientalistas globais entraram em contato com Hayes para organizar uma grande campanha, que transformou o Dia da Terra em algo global. Hoje, a data é considerada um dos maiores eventos do mundo, capaz de envolver bilhões de pessoas anualmente para repensar comportamentos e criar políticas para incentivar mudanças.

Dicas para salvar a Terra

Para comemorar o Dia da Terra, a National Geographic produziu uma programação temática especial para potencializar a conscientização sobre a data. Além disso, a equipe da National Geographic, junto de seus exploradores, trouxe dicas de diferentes hábitos para viver de forma mais sustentável, reduzindo os impactos humanos em nosso planeta.

Confira:

Pequenas mudanças

Ao adotar copos de materiais duráveis no trabalho, você evita o uso de copinhos descartáveis (Imagem: Reprodução: Michael Tavrionov/Pixabay)
Ao adotar copos de materiais duráveis no trabalho, você evita o uso de copinhos descartáveis (Imagem: Reprodução: Michael Tavrionov/Pixabay)

A National Geographic destaca que abrir mão de comunicação por papel é um bom passo inicial para cuidar do meio ambiente — e, se você estiver inspirado e quiser ir além, pode também reduzir as correspondências publicitárias não solicitadas, recebidas via correio. Outra redução importante é o tempo do banho, uma ação que ajuda a evitar a escassez de água doce em nosso planeta e ainda economiza o gás que aquece a água.

Já no trabalho, você pode adotar os copos de materiais duráveis, mantendo-os sempre com você ao longo do expediente. Assim, você evita usar copos descartáveis para beber água ou café; pode não parecer, mas o processo de produção destes copinhos é responsável por grandes impactos no ambiente e alto consumo de água.

Alimentação mais sustentável

Cerca de um terço das emissões de metano causadas pela ação humana vêm do gado (Imagem: Reprodução/Febiyan/Unsplash)
Cerca de um terço das emissões de metano causadas pela ação humana vêm do gado (Imagem: Reprodução/Febiyan/Unsplash)

Tanto a criação quanto o abate de milhares de animais são atividades acompanhas de grandes custos ambientais, que começam nas áreas necessárias para criar e cultivar a ração para alimentá-los e vão até a emissão de gases poluentes. Ao reduzir o consumo de carne e laticínios, você ajuda o meio ambiente e ainda pode melhorar sua saúde.

Você pode também reduzir o consumo de peixes, reduzindo o impacto oceânico. “Retirar e matar 1,5 bilhões de peixes do oceano para alimentar humanos todos os anos é, de longe, a principal causa do colapso da biodiversidade dos nossos oceanos,”, diz o cineasta Kip Andersen, realizador de Seaspiracy e Cowspiracy. Para isso, uma possibilidade é trazer alternativas veganas para a alimentação.

Novos hábitos de consumo e transporte

O uso do transporte público é um hábito que reduz consideravelmente as emissões de CO2 (Imagem: Reprodução/Mitchell Johnson/Unsplash)
O uso do transporte público é um hábito que reduz consideravelmente as emissões de CO2 (Imagem: Reprodução/Mitchell Johnson/Unsplash)

Milhões de peças de roupa são produzidas anualmente; o resultado disso é que, a cada segundo, restos têxteis suficientes para preencher um caminhão de lixo são depositados em aterros ou queimados. Então, você pode optar por escolher itens de qualidade produzidos com materiais de baixo impacto, além de compartilhar e reciclar roupas antigas.

Além disso, passar a usar o transporte público ao invés do carro, mesmo que seja apenas uma vez por semana, é uma forma de reduzir mais de 440 kg de dióxido de carbono que seriam lançados à atmosfera. Pensando nisso, você pode tanto priorizar o uso do transporte coletivo quanto investir em bicicletas, por exemplo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos