Mercado abrirá em 2 h 31 min
  • BOVESPA

    102.814,03
    +589,77 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.796,30
    +303,78 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,98
    -1,97 (-2,82%)
     
  • OURO

    1.795,70
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    56.405,30
    -987,69 (-1,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.426,42
    -2,51 (-0,18%)
     
  • S&P500

    4.655,27
    +60,65 (+1,32%)
     
  • DOW JONES

    35.135,94
    +236,60 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.004,37
    -105,58 (-1,48%)
     
  • HANG SENG

    23.475,26
    -376,98 (-1,58%)
     
  • NIKKEI

    27.821,76
    -462,16 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.304,00
    -86,75 (-0,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3506
    +0,0214 (+0,34%)
     

Dexter | Michael C. Hall confessa que também não gostou do final da série

·2 min de leitura

Quando a série Dexter chegou ao fim em 2013, o destino escolhido para o protagonista, interpretado por Michael C. Hall, não agradou grande parte dos fãs. Mas quem também não gostou muito do final foi o próprio ator, segundo declaração recente feita em entrevista.

A trama conta a história de um serial killer que trabalha no departamento de polícia de Miami, atuando como especialista em marcas de sangue. Ao final da série, ele forja a sua morte e foge para Oregon para se tornar um pacato lenhador. Oito anos após o final, Dexter estará de volta às telas em Dexter: New Blood, que promete mostrar como está o assassino em série atualmente, possivelmente tentando controlar os seus instintos.

<em>Imagem: Divulgação/Showtime</em>
Imagem: Divulgação/Showtime

Em entrevista ao Entertainment Tonight, Michael C. Hall afirmou que, assim como a crítica e os fãs, não ficou satisfeito com o final escolhido para o personagem, dizendo que faltou apresentar resoluções ou consequências para Dexter, justo em um momento em que tudo estava acontecendo com intensidade. O ator diz também que, por outro lado, conseguiu olhar para os aspectos positivos do grande final, pois trouxe a possibilidade de ter uma continuação oito anos depois.

"Eu entendo totalmente a insatisfação das pessoas com a forma em que o programa terminou, porque não acabou realmente", conta Hall, dizendo que para o personagem fazia sentido ele fugir e procurar exílio. No entanto, diz que a escolha foi irritante e insatisfatória para quem assistia, pois a expectativa era de ter respostas e mais consequências. O ator diz que sentiu que deveria explorar o fim da trama se tivesse essa oportunidade no futuro.

A nova série se passa cerca de 10 anos depois dos eventos de Dexter, com o serial killer vivendo em uma pequena cidade do Minnesota sob o nome Jim Lindsay. A trama traz personagens novos, mas volta com Jennifer Carpenter como Deb, e John Lithgow como o assassino Trinity, ambos já mortos.

Dexter: New Blood estreia no Brasil no dia 7 de novembro no Paramount+.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos