Mercado abrirá em 7 h 34 min
  • BOVESPA

    107.557,67
    +698,80 (+0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.918,28
    +312,72 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,86
    -0,19 (-0,26%)
     
  • OURO

    1.788,60
    +3,90 (+0,22%)
     
  • BTC-USD

    50.391,61
    -837,63 (-1,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.302,48
    -18,80 (-1,42%)
     
  • S&P500

    4.686,75
    +95,08 (+2,07%)
     
  • DOW JONES

    35.719,43
    +492,40 (+1,40%)
     
  • FTSE

    7.339,90
    +107,62 (+1,49%)
     
  • HANG SENG

    23.954,91
    -28,75 (-0,12%)
     
  • NIKKEI

    28.876,81
    +421,21 (+1,48%)
     
  • NASDAQ

    16.408,75
    +90,75 (+0,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3533
    +0,0136 (+0,21%)
     

Dexter: New Blood | 5 motivos para assistir à nova temporada da série

·4 min de leitura

Há oito anos, mais precisamente em 2013, chegava ao final a série Dexter. A trama, protagonizada por Michael C. Hall, contava a história de um assassino em série que escolhia muito bem as suas vítimas, controlando seus instintos para matar somente aqueles que "mereciam". Enquanto esteve no ar pelo Showtime, a produção conquistou fãs ao redor do mundo, e agora estamos vivendo momentos de nostalgia com a minissérie Dexter: New Blood.

Quando Dexter acabou, o final escolhido para o personagem não agradou muito, fazendo com que o fechamento da trama praticamente anulasse o sentimento dos fãs pela série como um todo. Agora, a história do personagem vai ganhar um novo final com a estreia da minissérie, que já chegou Brasil pelo Paramount+. Se você era fã da série e ainda está em dúvidas se deve conferir a nova trama ou não, o Canaltech listou cinco motivos para você parar tudo o que está fazendo e dar play no primeiro episódio.

5. Novo cenário

<em>Imagem: Divulgação/Showtime</em>
Imagem: Divulgação/Showtime

Dexter: New Blood, apesar de trazer de volta um velho personagem, tem ares de série nova, principalmente pelo cenário. Dexter Morgan trocou a úmida cidade de Miami, na Flórida, e suas belas praias por uma paisagem completamente diferente: em vez de sol, palmeiras e céu azul, muita neve, árvores gigantes e céu cinza. A cidade fictícia em que Dexter vive é Iron Lake, em Nova York, o que significa que ele não está muito longe de Miami.

4. Nova vida

Além de estar em uma cidade totalmente diferente, Dexter parece ter ganhado uma personalidade mais alegre e divertida. Se em Dexter o personagem se obrigava a ser uma pessoa sociável e a ter uma vida comum, pois como um bom sociopata ele não sentia nada, na nova minissérie os sentimentos até parecem reais. Logo no primeiro episódio, vemos que Dexter, que agora se chama Jim Lindsey, aparece em um trabalho comum com amigos, namorada e, surpreendentemente completando 10 anos sem matar ninguém, mostrando que o disfarce, até então, foi muito bem feito.

3. Mesma essência

Apesar da nova vida, novo cenário e novos costumes, a minissérie não perdeu por completo a essência de Dexter. Ainda que em uma frequência menor, o espectador está dentro da cabeça do assassino, ouvindo seus pensamentos e suas conversas com quem já morreu. Antes, ele "conversava" com Harry, seu pai, que o ensinou regras para o momento de usar os seus instintos. Agora, quem está em seus pensamentos e aparece para nós em forma física é Debra, sua irmã, que morreu na última temporada.

2. Matanças

<em>Imagem: Divulgação/Showtime</em>
Imagem: Divulgação/Showtime

Dexter, ou Jim Lindsey, mal completou uma década sem matanças e já está de volta nessa vida. Já no primeiro episódio, vemos que os assassinatos vão acontecer da mesma forma que na série antiga. O personagem vai se incomodar com pessoas absurdamente irritantes e, por coincidência ou não, descobrir que elas se encaixam no código de Harry e podem ser mortas. Dexter até mesmo volta a matar da mesma forma, enrolando o local e a pessoa em plásticos, para ficar mais fácil de limpar, fazendo um corte no rosto para pegar uma gota de sangue e guardar, costume clássico de serial killers, e concluir o crime com uma facada no peito e desmembramento.

1. Redenção

Por fim, Dexter: New Blood pode nos trazer o que o final de Dexter não nos trouxe: um ponto final. Com a fuga do personagem para se tornar um lenhador, como nos foi apresentado na época, o sentimento foi de caso não resolvido. Por mais que o público tenha se apegado a um protagonista, ele era um assassino que precisava pagar pelos seus crimes horrendos. Porém, assim que ele foi descoberto, ele simplesmente fugiu impune.

Agora, na minissérie, o personagem pode não só ser pego pelos novos crimes, como também há a chance de pessoas do passado voltarem para assombrá-lo pelo que ele fez há mais de 10 anos em Miami. Com Dexter vencendo ou não, as expectativas para um final mais emocionante estão altas.

Dexter: New Blood está disponível no Paramount+, e Dexter pode ser assistido no Amazon Prime Video, HBO Max e também no Paramount+.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos