Mercado fechará em 2 h 28 min
  • BOVESPA

    110.805,88
    +1.962,14 (+1,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.722,21
    +164,56 (+0,33%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,43
    +0,14 (+0,20%)
     
  • OURO

    1.777,40
    +13,60 (+0,77%)
     
  • BTC-USD

    42.090,26
    -1.877,97 (-4,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.049,94
    -13,90 (-1,31%)
     
  • S&P500

    4.360,72
    +2,99 (+0,07%)
     
  • DOW JONES

    34.002,26
    +31,79 (+0,09%)
     
  • FTSE

    6.980,98
    +77,07 (+1,12%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    15.050,50
    +41,00 (+0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1958
    -0,0489 (-0,78%)
     

'Devo, não nego; pagarei assim que puder', diz Guedes sobre precatórios

·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* BRASÍLIA, DF, 25.06.2021 - O ministro da Economia, Paulo Guedes, durante a entrega da 2ª parte da reforma tributária ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-PI). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*ARQUIVO* BRASÍLIA, DF, 25.06.2021 - O ministro da Economia, Paulo Guedes, durante a entrega da 2ª parte da reforma tributária ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-PI). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro Paulo Guedes (Economia) disse nesta terça-feira (3) que o governo não tem capacidade para o pagamento de todos os precatórios programados para 2022 e por isso está propondo o parcelamento dos valores. "Devo, não nego; pagarei assim que puder", afirmou.

Segundo ele, a medida em discussão com o Congresso não vai levar à falta de pagamento dos valores. "Não haverá calote", afirmou, em evento virtual promovido pelo site Poder 360.

Guedes afirmou que o volume de quase R$ 90 bilhões consumiria todo o espaço extra no espaço do teto de gastos em 2022 (que era calculado pelo governo em torno de R$ 30 bilhões). "O número extrapolou qualquer possibilidade de reserva de nossa parte", disse.

A solução via PEC (proposta de emenda à Constituição) foi sugerida pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes, segundo Guedes. "[Foi] sugestão do próprio ministro Gilmar Mendes, eu estava surpreso com o conteúdo e liguei para ele. Ele disse 'olha, já aconteceu antes e há soluções'", afirmou Guedes.

A proposta do governo tem como objetivo fazer os superprecatórios, acima de R$ 66 milhões, terem pagamento parcelado --com 15% de entrada e mais nove prestações anuais. A regra valerá também para novos precatórios a entrarem nas contas do governo a partir de 2022.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos