Mercado abrirá em 6 h 32 min
  • BOVESPA

    109.951,49
    +2.121,77 (+1,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.125,01
    -210,50 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,45
    -0,02 (-0,03%)
     
  • OURO

    1.891,30
    +0,60 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    22.581,59
    -661,69 (-2,85%)
     
  • CMC Crypto 200

    519,87
    -17,02 (-3,17%)
     
  • S&P500

    4.117,86
    -46,14 (-1,11%)
     
  • DOW JONES

    33.949,01
    -207,68 (-0,61%)
     
  • FTSE

    7.885,17
    +20,46 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    21.391,99
    +108,47 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    27.567,28
    -39,18 (-0,14%)
     
  • NASDAQ

    12.591,50
    +46,25 (+0,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5769
    +0,0095 (+0,17%)
     

Destaque da NASA: Lua com detalhes incríveis é a foto astronômica do dia

A foto destacada pela NASA no site Astronomy Picture of the Day nesta segunda-feira (16) traz a Lua de um jeito diferente: na imagem, nosso satélite natural aparece com uma riqueza incrível de cores, detalhes e texturas, resultado da combinação de quase 230 mil fotos.

Para produzir o registro, o astrofotógrafo combinou as milhares de imagens e as aprimorou para destacar as características da superfície lunar. Você perceberá o resultado do processo nas crateras, que ficaram nítidas e mostram com clareza os impactos ocorridos na Lua durante sua história.

Confira:

O astrofotógrafo produziu este registro combinando quase 231 mil fotos (Imagem: Reprodução/Darya Kawa Mirza)
O astrofotógrafo produziu este registro combinando quase 231 mil fotos (Imagem: Reprodução/Darya Kawa Mirza)

As grandes regiões escuras na foto são chamadas “maria”, o termo em latim para “mares”. Elas contêm menos crateras e são escuras porque já foram cobertas por lava derretida. As cores da imagem, por sua vez, foram baseadas na composição verdadeira da Lua, mas foram levemente alteradas e exageradas.

Os tons azulados indicam uma região rica em ferro, enquanto o laranja mostra quantidades levemente altas de alumínio. Além destes elementos, a Lua conta também com magnésio, alumínio, titânio e outros.

Saiba mais sobre a Lua

A Lua é o único satélite natural da Terra e orbita nosso planeta à distância média de 385 mil quilômetros. O diâmetro dela é de aproximadamente 3.475 quilômetros, o que a torna maior que o planeta anão Plutão, mas menor que outros satélites naturais do Sistema Solar.

Como as rotações lunar e terrestre são sincronizadas, observamos apenas um lado da Lua — o outro, que não pode ser observado da Terra e é conhecido como “lado afastado”, foi observado pela primeira vez em 1959 através da missão soviética Luna 1.

Devido a sua gravidade, a Lua causa as marés, os aumentos e diminuições do nível do mar. Isso não significa que o efeito ocorre apenas na água dos mares, já que as marés também ocorrem nos lagos e até na crosta terrestre, mas em dimensões menores.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: