Mercado abrirá em 7 h 29 min
  • BOVESPA

    114.177,55
    -92,52 (-0,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    55.164,01
    +292,65 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,38
    +0,37 (+0,46%)
     
  • OURO

    1.920,40
    -9,60 (-0,50%)
     
  • BTC-USD

    22.850,97
    -319,48 (-1,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    517,52
    -9,67 (-1,83%)
     
  • S&P500

    4.060,43
    +44,21 (+1,10%)
     
  • DOW JONES

    33.949,41
    +205,57 (+0,61%)
     
  • FTSE

    7.761,11
    +16,24 (+0,21%)
     
  • HANG SENG

    22.555,27
    -11,51 (-0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.370,37
    +7,62 (+0,03%)
     
  • NASDAQ

    12.031,50
    -75,25 (-0,62%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5110
    -0,0087 (-0,16%)
     

Destaque da NASA: dupla de galáxias está na foto astronômica do dia

Nesta sexta-feira (20), a foto destacada pela NASA traz a beleza de duas galáxias localizadas a cerca de 12 milhões de anos-luz da Terra. Uma delas é a M81, do tipo espiral, e a outra, é a M82, irregular. Devido às interações gravitacionais com sua vizinha galáctica, a M82 tem alta taxa de formação estelar.

Também catalogada como “NGC 3031”, a galáxia M81 foi descoberta em 1774 pelo astrônomo alemão Johann Elert Bode, de modo que é conhecida como “Galáxia de Bode”. Ela tem estrutura espiral bem definida, marcada por regiões de formação estelar e faixas de poeira, e aparece no lado direito da imagem abaixo:

Galáxias M82 e M81 fotografadas dos alpes da Áustria (Imagem: Reprodução/Andreas Aufschnaiter)
Galáxias M82 e M81 fotografadas dos alpes da Áustria (Imagem: Reprodução/Andreas Aufschnaiter)

Já do lado esquerdo, está a galáxia M82, também chamada de "Galáxia do Cigarro". Ela também foi descoberta por Bode, e sua luminosidade é quase cinco vezes maior que a da Via Láctea. Esta galáxia é um dos principais exemplos daquelas que abrigam intensos processos de formação estelar.

A imagem traz outros objetos que se destacam, como a galáxia NGC 3077, localizada no canto inferior direito em relação à M81, enquanto a galáxia NGC 2976 está no canto superior direito da foto. O brilho difuso do registro vem de nebulosas, cuja poeira reflete a luz acima do plano da Via Láctea.

Saiba mais sobre as galáxias M81 e M82

A galáxia M81 é uma das mais brilhantes no céu noturno e pode ser encontrada na constelação da Ursa Maior. Em seu interior, ela abriga uma população de estrelas formada em um processo que começou há cerca de 600 milhões de anos, e seu bojo central contém estrelas mais antigas e avermelhadas.

Já a M82 é uma galáxia que brilha intensamente em comprimentos de onda do infravermelho, e também chama a atenção pela formação estelar que acontece ali. Devido às interações gravitacionais com a M81, estrelas são formadas nela a todo vapor. Perto de seu centro, as estrelas nascem 10 vezes mais rápido do que acontece na Via Láctea!

A radiação e partículas energéticas das estrelas recém-nascidas ajudam a esculpir o gás por perto, e o vento galáctico comprime gás, formando ainda mais estrelas. Chegará um momento em que a formação estelar começará a consumir ou destruir o material necessário para formar novas estrelas e, depois, o processo deverá ser reduzido.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: