Mercado abrirá em 3 h 16 min
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,24
    +0,16 (+0,22%)
     
  • OURO

    1.780,70
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    33.432,04
    -583,57 (-1,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    809,08
    -1,12 (-0,14%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.086,82
    +12,76 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    28.882,46
    +65,39 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    28.875,23
    +0,34 (+0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.355,00
    +92,00 (+0,65%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9329
    +0,0044 (+0,07%)
     

Desmatamento na Amazônia: 2021 teve pior abril da série histórica, mostra Inpe

·1 minuto de leitura

RIO — O desmatamento na Amazônia atingiu em abril o pior índice para o mês já registrado na série histórica, segundo dados do Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe). Os alertas abrangeram uma área de 580,55 km², conforme medições do Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter).

Em março, o Deter detectou perda de 367 km² de floresta, um aumento de 12,5% em relação ao visto no mesmo mês em 2020. Já os meses de janeiro e fevereiro de 2021 registraram índices de devastação menores ante o notificado no mesmo período no ano passado.

O Deter proporciona rápidos levantamentos sobre alteração na cobertura florestal, e tem informações enviadas para órgãos de fiscalização como o Ibama. Seus índices são divulgados mensalmente.

O Inpe também conta com outra ferramenta, o Projeto de Monitoramento do Desflorestamento na Amazônia Legal (Prodes), que faz um levantamento anual da devastação do bioma. Em 2020, o desmatamento atingiu 11.088 km², índice recorde desde 2008.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos