Mercado fechado

Desenvolvedora de Final Fantasy vai doar US$ 250 mil para combate ao racismo

Claudio Yuge

A morte de George Floyd em uma desastrosa abordagem policial nos Estados Unidos vem gerando uma onda mundial de protestos em todo o mundo, na luta pelo combate ao racismo. Vários empresas vêm se posicionando e manifestando apoio, seja por meio de mensagens ou com injeção de verbas para instituições de caridade antirracistas. É o caso da Square Enix, desenvolvedora japonesa da franquia Final Fantasy, que vai doar US$ 250 mil.

"Todos nos escritórios e estúdios da Square Enix em todo o mundo estão com a nossa comunidade negra na luta contra o racismo, o preconceito e o ódio. Estamos comprometendo US$ 250 mil e corresponderemos a doações de funcionários para apoiar a organização Black Lives Matter e outras instituições de caridade, no esforço de combater a injustiça racial e afetar positivamente as mudanças no mundo”, tuitou a companhia.


Na terça-feira (2), Spotify, Amazon, Apple e YouTube anunciaram apoio à campanha “Blackout Tuesday”, também motivados pela onda de solidariedade em prol das causas raciais. Várias outras gigantes de vários setores também vem aderindo ao longo da semana.

Fonte: Canaltech