Desemprego registra alta de 9,64% na Espanha em 2012

Madri, 3 jan (EFE).- O desemprego na Espanha desceu em 59.094 pessoas em dezembro com relação ao mês anterior, com o que o total de desempregados fechou o ano em 4.848.723, número 9,64% maior que o registrado no fim de 2011, publicou nesta quinta-feira o Ministério de Emprego e Seguridade Social.

Apesar de ser o melhor dado para um mês de dezembro em toda a série histórica, no conjunto de 2012 o desemprego aumentou em 426.364 pessoas.

Na comparação com novembro, o desemprego desceu em dezembro sobretudo no setor de serviços (1,62%), entre o coletivo sem emprego anterior (3,58%) e na agricultura (1,62%). Também houve queda entre os jovens menores de 25 anos e entre os estrangeiros. Por outro lado, subiu na construção (0,58%) e na indústria (0,52%).

Esses dados sobre o desemprego correspondem às pessoas que estão registradas nas repartições públicas de emprego, e o número é inferior ao da Enquete de População Ativa (EPA), que é publicada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) a cada trimestre.

Segundo os últimos dados desse organismo, publicados em 26 de outubro, o número de desempregados na Espanha no terceiro trimestre de 2012 alcançou 5.778.100 de pessoas, ou 25,02% da população ativa, em um novo recorde histórico.

Quanto ao seguro-desemprego, o montante destinado a esse benefício ascendeu a 2,693 bilhões de euros em novembro, o que representa um aumento de 4,9% com relação ao mesmo mês de 2011, segundo o Ministério de Emprego e Seguridade Social. No total, 3.001.078 recebiam esse benefício em novembro, 3,8% mais que em 2011. EFE

Carregando...