Mercado abrirá em 1 h 41 min
  • BOVESPA

    113.794,28
    -1.268,26 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,23
    -0,38 (-0,52%)
     
  • OURO

    1.761,50
    +4,80 (+0,27%)
     
  • BTC-USD

    47.593,57
    -360,36 (-0,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.209,38
    -23,91 (-1,94%)
     
  • S&P500

    4.473,75
    -6,95 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    34.751,32
    -63,07 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.020,00
    -7,48 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.487,50
    -30,25 (-0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2109
    +0,0261 (+0,42%)
     

Descubra a história do pisco, a bebida destilada que nasceu no Peru há 400 anos

·2 minuto de leitura

LIMA, Peru, July 28, 2021--(BUSINESS WIRE)--Todo amante dos destilados já deve conhecer o pisco. Portanto, não surpreende que essa bebida tenha conquistado fama internacional e sido incluída como item indispensável da lista de pendências de "Capitão América 2: O Soldado Invernal" em 2014.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20210728005439/pt/

(Photo: Business Wire)

Mas muitos não conhecem sua origem e a fascinante trajetória que esse destilado percorreria 200 anos mais tarde: em 1553, os vinhos das Ilhas Canárias chegaram ao Peru com as cepas que seriam utilizadas para produzir o pisco (palavra que significa "pássaro" em quéchua e também o nome de uma cidade peruana fundada em 1640 pelo vice-rei Pedro Toledo y Leyva) e, em 1779, o navegador Francisco de la Bodega e Quadra levou a bebida de Pisco (Peru) a São Francisco (Estados Unidos), em uma época em que ambas as cidades ainda faziam parte do império espanhol. Com isso, foi criado em 1850 o pisco punch, o principal coquetel de toda a Costa Oeste dos Estados Unidos.

O pisco foi utilizado no Peru como ingrediente para diversos coquetéis indígenas elaborados com produtos de sabores únicos. Foi no século 18 que a combinação de pisco e suco de limão em Lima foi mencionada pela primeira vez em El Mercurio Peruano, e nas últimas décadas da era colonial, uma das bebidas mais consumidas pelos peruanos era a "aloja", elaborada com ervas aromáticas e pisco.

No Dia Nacional do Pisco, comemorado pouco antes do bicentenário da independência peruana, a PROMPERÚ lançou uma poderosa campanha para fomentar o consumo do pisco no Peru e no exterior.

A campanha internacional será realizada na Califórnia em agosto para comemorar a trajetória histórica do famoso destilado desde o Peru onde nasceu até os Estados Unidos, seu segundo lar. No contexto das celebrações, o pisco também estará presente graças às vinícolas peruanas que participarão do Bar Convent Brooklyn, que contará com a participação de Lynnette Marrero, uma das bartenders mais importantes do mundo.

Trabalho foi realizado também para promover o pisco nos principais mercados da América Latina: a PROMPERÚ organizou a Pisco Week LATAM em junho, uma campanha promocional direcionada a Argentina, Colômbia, Equador, México e Panamá. Na Europa, a França contou com a Pisco College, destinada a um público profissional. Todas essas iniciativas são realizadas sob a marca "Pisco, Spirit of Peru".

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20210728005439/pt/

Contacts

Ivonne Parra
iparra@promperu.gob.pe

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos