Mercado abrirá em 4 h 16 min
  • BOVESPA

    113.707,76
    +195,38 (+0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.734,04
    -67,64 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,39
    +0,28 (+0,32%)
     
  • OURO

    1.776,70
    0,00 (0,00%)
     
  • BTC-USD

    23.364,98
    -461,52 (-1,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    555,33
    -17,48 (-3,05%)
     
  • S&P500

    4.274,04
    -31,16 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    33.980,32
    -171,69 (-0,50%)
     
  • FTSE

    7.498,75
    -17,00 (-0,23%)
     
  • HANG SENG

    19.763,91
    -158,54 (-0,80%)
     
  • NIKKEI

    28.942,14
    -280,63 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.448,00
    -45,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2473
    -0,0119 (-0,23%)
     

Descubra como 'ressuscitar' o Internet Explorer no Windows 11

O navegador foi criado há mais de 25 anos (Getty Image)
O navegador foi criado há mais de 25 anos (Getty Image)
  • A Microsoft encerrou o suporte ao navegador Internet Explorer

  • Atalho possibilita que usuário acesse o browser antigo

  • Plataforma não é recomendada pela falta de segurança

No dia 15 de junho de 2022 a Microsoft encerrou o suporte ao navegador Internet Explorer (IE). Quem ainda utiliza a plataforma passou a ser redirecionado para o Edge, navegador mais atual da companhia.

No entanto, como a 'morte' no mundo digital é relativa, sempre existem formas de resgatar o que não existe mais. Um usuário no Twitter mostrou que, ainda em agosto de 2022, o navegador segue funcionando no sistema. A descoberta de XenoPanther investigada pelo The Verge, que descobriu que é possível reviver o browser.

De acordo com o jornal, quem quiser continuar vivendo a nostalgia da internet antiga deve ir em "Opções de Internet" no menu Iniciar, ir até a aba Programas e selecionar a opção Gerenciar complementos. Na janela, basta ir no rodapé e clicar em “Saiba mais sobre barras de ferramentas e extensões”.

O percurso, que também serve para o Windows 10 e outros sistemas anteriores, parece ter sido um atalho esquecido pela Microsoft. Aparentemente, ele dribla o o usuário automaticamente ao Edge. Mesmo com a brecha, não existem muitas razões para continuar usando a plataforma. Além das brechas de segurança, existe ainda problemas de compatibilidade com páginas mais recentes da web.

O Internet Explorer foi criado há mais de 25 anos, junto com o sistema operacional Windows 95. No momento, a companhia de tecnologia tem o Edge como ferramenta padrão para navegação na internet.

“O Edge não é apenas uma experiência de navegação mais rápida, segura e moderna do que o Internet Explorer, mas também é capaz de resolver uma preocupação importante: compatibilidade com sites e aplicativos antigos e legados”, diz uma postagem no blog oficial da Microsoft.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos