Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.662,78
    +324,86 (+0,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Descoberto novo site falso que rouba dados de servidores públicos

·1 minuto de leitura

Pela segunda vez em poucos dias, o Ministério da Economia pediu a suspensão de um site falso registrado no exterior que rouba informações de servidores públicos federais. A página captura usuários e senhas do aplicativo SouGov.br.

O alerta foi publicado hoje (26) pela Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal do Ministério da Economia. O endereço falso é servidor.sougovbr.online.

Lançado em maio, o SouGov.br substituiu o aplicativo Sigepe Mobile. A ferramenta tem cerca de 30 serviços disponíveis aos servidores federais, como fornecimento de contracheque, consultas de prévia de salário, envio de atestados médicos e prova de vida para aposentados e pensionistas .

A secretaria do Ministério da Economia orienta os servidores federais a digitar o login e a senha do SouGov.br somente no aplicativo baixado da loja virtual oficial do governo. Caso alguém tenha inserido os dados no site falso, o órgão pede a troca imediata da senha do Portal Gov.br e dos sistemas Sigac/Sigepe.

Em caso de dúvidas, os servidores públicos devem entrar em contato com a Unidade de Gestão de Pessoas do seu órgão ou com a Central de Atendimento Sipec, no telefone 0800-978-9009. A central também pode ser acessada pela internet.

Este foi o segundo alerta emitido nos últimos dias pelo órgão. Na sexta-feira (23), a secretaria havia descoberto um site falso, também hospedado no exterior, que coletava informações de usuários e senhas do Sistema de Gestão de Acesso do Governo Federal (Sigac).

O Sigac permite que gestores alterem dados do funcionalismo federal e também dá acesso ao Sigepe. Nesse sistema, os servidores federais do Poder Executivo (ativos e inativos), funcionários de estatais e pensionistas obtêm informações sobre contracheques e férias, baixam comprovantes do Imposto de Renda e atualizam ou alteram dados cadastrais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos