Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.539,83
    +1.882,18 (+1,91%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.201,81
    +546,36 (+1,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    41,51
    +0,05 (+0,12%)
     
  • OURO

    1.914,40
    -1,00 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    11.942,88
    +885,88 (+8,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    239,54
    +0,62 (+0,26%)
     
  • S&P500

    3.443,12
    +16,20 (+0,47%)
     
  • DOW JONES

    28.308,79
    +113,37 (+0,40%)
     
  • FTSE

    5.889,22
    +4,57 (+0,08%)
     
  • HANG SENG

    24.569,54
    +27,28 (+0,11%)
     
  • NIKKEI

    23.567,04
    -104,09 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    11.677,75
    +17,00 (+0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6264
    +0,0275 (+0,42%)
     

Descoberta por Giovanna Antonelli no lixão, ex-modelo vira dona de bufê e dará à neta nome da atriz: 'Mudou minha vida'

·2 minutos de leitura
Cris Andrade na casa onde morava quando trabalhava como catadora

31413568_12-05-2004 - Ricardo Ayres - EXT - SX - Materia especial com Cristiane de Andrade que f.jpg

Cris Andrade na casa onde morava quando trabalhava como catadora

Há 16 anos, Cris Andrade trabalhava como catadora no Lixão de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio, quando chamou atenção de Giovanna Antonelli. A atriz gravava no local cenas da novela "Da cor do pecado" e ficou impressionada com a beleza daquela jovem de 22 anos, com porte de modelo, em meio aquele cenário. Com apoio de Giovanna, Cris ganhou uma nova chance ao ser contratada por uma agência em São Paulo, deixando para trás a extrema pobreza. A história ganhou repercussão nacional na época, e a vida da ex-catadora mudaria para sempre.

"Quero mostrar para Giovanna que, graças ao empurrão que ela me deu, a vida me deu muitas oportunidades. Ela mudou minha vida completamente. Ela não tem noção de quanto me ajudou", afirma Cris, hoje com 39 anos, citada pela atriz numa recente entrevista com Pedro Bial: "Não tenho mais contato com ela, mas nunca vou esquecê-la. Vou batizar minha primeira neta, que nasce em janeiro, com o nome de Giovanna".

A carreira como modelo não foi muito adiante, mas nada que tire o brilho da trajetória de Cris Andrade. Hoje, ela comanda um bufê com vários funcionários, é mãe de dois filhos, um de 12 e outro de 19, que será papai em breve, e se diz "muito feliz". "O mundo da moda sem ter alguém que invista em você é complicado. Eu já tinha 22 anos na época, e ficava esperando para ser chamada para trabalhos. Mas não sou uma pessoa frustrada por isso", conta.

Cris Andrade passou dez, dos 13 anos que morou em São Paulo, trabalhando como garçonete num sofisticado restaurante. Emprego que conseguiu graças aos contatos dos tempos de modelo. Nessa função, aprendeu muito do que usa hoje em sua empresa. "Não voltei fracassada para Bangu. Quando Giovanna me descobriu no lixão, eu morava num barraco de dois metros quadrados. Hoje tenho moto, kombi e minha casa, tudo no meu nome. Não estou milionária, mas estou estável".