Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,82 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,96 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,49
    +0,12 (+0,18%)
     
  • OURO

    1.850,30
    +12,20 (+0,66%)
     
  • BTC-USD

    45.046,21
    -2.820,18 (-5,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.245,22
    -113,34 (-8,34%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,73 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    28.010,25
    -74,22 (-0,26%)
     
  • NASDAQ

    13.373,75
    -13,25 (-0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3992
    -0,0048 (-0,07%)
     

Desatenção? Flamengo sofre com gols em sequência no início das partidas

LANCE!
·1 minuto de leitura


Um gol no início do jogo costuma condicionar o restante da partida. Contra um adversário como o Flamengo, por exemplo, isso acontece de forma que o rival, na maior parte das vezes, se retrai ainda mais e aguarda a chance de contra-atacar. Foi assim contra a Portuguesa, no sábado, e Vasco, na última quinta. O diagnóstico feito, inclusive por atletas, é de desconcentração no início do jogo.

Nas últimas três partidas, o Flamengo sofreu "gols precoces" do Palmeiras (1'/1ºT), Vasco (6'/1ºT) e da Portuguesa (13'/2ºT), o que gera preocupação na semana de preparação para a estreia do clube na Libertadores, contra o Vélez.

- Tomamos dois gols onde tivemos uma desatenção muito grande - afirmou Rodrigo Caio, no intervalo do jogo contra a Lusa, quando o Fla perdia por 2 a 0.

> Confira as chaves e a tabela completa da Copa Libertadores!

O tempo para Rogério Ceni ajustar o sistema defensivo visando a primeira rodada do Grupo G da Copa é curto. O time principal treina no CT do Ninho do Urubu, às 16h, e embarca para Buenos Aires ainda neste domingo. Na segunda, realiza o último trabalho antes de encarar o Vélez Sarsfield na capital argentina.

Com Rodrigo Caio suspenso, o técnico ainda precisa definir o substituto. Bruno Viana e Gustavo Henrique foram testados na última semana e são os cotados para atuar ao lado de Willian Arão, que seguirá improvisado como zagueiro.