Mercado fechará em 1 h 14 min
  • BOVESPA

    113.117,95
    +2.192,35 (+1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.487,27
    +29,72 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,95
    -0,27 (-0,33%)
     
  • OURO

    1.810,10
    -5,10 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    16.951,90
    -32,32 (-0,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    402,34
    +0,92 (+0,23%)
     
  • S&P500

    4.054,03
    -22,54 (-0,55%)
     
  • DOW JONES

    34.302,31
    -92,70 (-0,27%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.942,00
    -120,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4867
    +0,0213 (+0,39%)
     

Deputado eleito insufla caminhoneiros a manter manifestação golpista

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O deputado eleito Zé Trovão (PL-SC) tem insuflado caminhoneiros como ele a manter os bloqueios em rodovias para protestar contra a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Em discurso para os manifestantes, ele afirma que este é o momento em que Bolsonaro mais precisa deles, que a legitimidade é do povo e que "o povo não pode deixar as ruas". O grupo entoa gritos de "resistência civil".

Zé Trovão faz o discurso com o celular ao ouvido, como se estivesse reproduzindo a fala do interlocutor, a quem ele se refere como senador. Ao fim da ligação, ele pede para que o parlamentar não identificado mande um abraço para o ex-ministro do Turismo Gilson Machado (PL-PE).

Zé Trovão foi investigado e chegou a ser preso por sua participação na organização de atos antidemocráticos, durante as festividades de 7 de Setembro do ano passado.

Até a noite desta segunda, foram mais de 300 bloqueios em estradas de 25 estados e no DF.