Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +413,26 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,39 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.777,30
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    60.956,33
    +136,62 (+0,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,68 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,57 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,68 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6872
    -0,0339 (-0,50%)
     

Deputado autor de PEC da imunidade revolta colegas de partido, e PSDB fala em retomar processo de expulsão

CAMILA MATTOSO
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A decisão do deputado Celso Sabino (PSDB-PA) de assumir a autoria da PEC da Imunidade Parlamentar causou irritação profunda em seu partido, cujos representantes começaram a se movimentar internamente para que o processo de expulsão de Sabino do PSDB seja retomado. Deputados e ex-parlamentares tucanos são extremamente críticos à PEC, que veem como uma blindagem a deputados e senadores que cometem irregularidades. "Há uma forte demanda para retomada do processo. Vamos conversar com líderes do partido ao longo dos próximos dias", diz Bruno Araújo, presidente do PSDB. O PSDB abriu processo de expulsão de Sabino em 2020 após ele ter se envolvido em articulação com o centrão, comandado por Arthur Lira (PP-AL), para se tornar líder da maioria na Câmara. "Expõe o PSDB à vergonha de ter o apresentador da PEC da impunidade. Os parlamentares já têm suficientes imunidades. Mais que isso é torná-los inimputáveis! A PEC que devia estar sendo votada é a do auxílio emergencial para milhões de brasileiros que estão em completo abandono. Estes sim merecem proteção para seguir a vida. Com eles o PSDB tem que se comprometer e agir", diz o tucano José Anibal (SP).