Mercado fechado

Deputada petista vai doar indenização que recebeu em vitória contra Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro ofende Maria do Rosário no salão verde da Câmara dos Deputados - Foto: Reprodução/Youtube

A deputada Maria do Rosário (PT-RS) promoverá, em Brasília, uma doação da indenização recebida após a condenação de Jair Bolsonaro em uma ação por danos morais e materiais. A parlamentar ajudará seis entidades do movimento de mulheres de diversas regiões do Brasil.

O atual presidente foi condenado a publicar um texto contendo retratação em suas redes sociais e também em veículos onde foram publicados os ataques e ofensas que desferiu contra a deputada, além de pagar a indenização no valor de R$ 19 mil, com correções. Cada uma receberá o equivalente a R$ 3.166,00 em cerimônia que será realizada no salão verde da Câmara dos Deputados, mesmo lugar onde Jair Bolsonaro ofendeu a petista.

Leia também

A entrega confirmará o compromisso anunciado pela deputada ao ingressar a ação contra Bolsonaro. Segundo ela, a intenção era promover a luta pelo fim da violência de gênero contra as mulheres.

Para a petista, essa é uma forma de disseminar na sociedade a ideia de que nenhuma mulher pode ser desrespeitada ou ter seus direitos humanos violados em razão de gênero e que ninguém no Brasil está acima da lei.

As organizações que serão ajudadas foram selecionadas de acordo com as suas áreas de atuação e ao público a que se dedicam.

Segundo o voto da ministra relatora, Nancy Andrighi, do Superior Tribunal de Justiça, houve extrapolação do direito à imunidade, um direito que não é absoluto, tendo sido a deputada ofendida como mulher e como parlamentar, havendo, portanto, um sentido político de desprestigiá-la.

Houve também, na visão da ministra, um abuso no uso do direito à imunidade parlamentar, pois se trata de uma garantia ao desempenho de funções, e para desempenhá-la um deputado federal não deveria se manifestar sobre qualquer mulher, seja uma colega de parlamento ou não, que “ mereceria ser estuprada” e que nenhuma pessoa se presta à avaliação de ofensores.