Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.797,30
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    16.958,32
    -54,64 (-0,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Depois do Universo | Conheça o filme brasileiro que é sucesso na Netflix

Um lançamento despretensioso da Netflix tem chamado a atenção e repercutido positivamente entre o público. Trata-se do drama brasileiro Depois do Universo, do diretor Diego Freitas, que chegou ao streaming no finalzinho de outubro. O longa aborda temas sensíveis e tem arrancado elogios e lágrimas da audiências.

A trama é centrada em Nina (Giulia Be), uma talentosa pianista que tem como sonho tocar na Orquestra Sinfônica de São Paulo, mas que antes disso precisa lidar com lúpus — uma doença autoimune que ataca sua pele e órgãos internos, especialmente os seus rins.

Devido a isso, ela é submetida a sessões de hemodiálise toda semana, um processo cansativo e demorado que lhe tira a oportunidade de lutar pelo seu sonho. Acontece que um dia ela tromba nos corredores do hospital com Gabriel (Henrique Zaga), um médico residente que trabalha ali.

Juntos, os dois acabam vivendo um romance e tendo que lidar com diversos problemas, como o fato de ele não poder namorar uma paciente.

Mesclando romance e uma dose de comédia, o filme tem chamado a atenção por abordar um tema tão importante e ainda pouco falado: as doenças autoimunes. E para dar vida a essa história, além dos protagonistas, o elenco também traz Viviane Araújo, João Miguel e Adriana Lessa.

O sucesso de Depois do Universo

Ao contrário de grandes produções que fazem sucesso logo que chegam ao catálogo da Netfix, Depois do Universo teve uma estreia mais morna e viu sua audiência crescer pouco a pouco devido à propaganda "boca a boca".

Depois do Universo, estrelado por Giulia Be, se tornou um sucesso mundial. (Imagem:Reprodução/Netflix)
Depois do Universo, estrelado por Giulia Be, se tornou um sucesso mundial. (Imagem:Reprodução/Netflix)

De acordo com dados divulgados pela própria plataforma, o filme acumulou mais de 20 milhões de horas assistidas no período de 31 de outubro a 6 de novembro, contra 12,3 milhões nos primeiros dias de estreia.

A empresa também confirmou que Depois do Universo ficou no top 10 em 42 países e teve bom desempenho na Argentina, México, Áustria, França, Itália, Espanha, Marrocos e Israel.

Depois do Universo é baseado em uma história real?

Com um trama emocionante, Depois do Universo não é totalmente baseado em uma história real, mas livremente inspirado em experiências pessoais do diretor Diego Freitas, cuja mãe Durvalina precisou esperar um tempo na fila de transplante.

Além disso, para compor a protagonista, Giulia Be fez laboratório com pessoas na mesma situação que a de sua personagem, a fim de dar mais veracidade à trama.

Onde assistir Depois do Universo?

Se você ficou intessado pela história e quer assistir Depois do Universo, já pode dar o play na Netflix.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: