Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.767,45
    -497,51 (-0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.129,88
    -185,81 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,08
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.780,30
    +2,90 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    33.926,07
    +1.388,31 (+4,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    811,17
    +16,85 (+2,12%)
     
  • S&P500

    4.246,44
    +21,65 (+0,51%)
     
  • DOW JONES

    33.945,58
    +68,61 (+0,20%)
     
  • FTSE

    7.090,01
    +27,72 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.498,59
    +188,83 (+0,67%)
     
  • NIKKEI

    28.941,22
    +57,09 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    14.289,75
    +31,50 (+0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9113
    -0,0085 (-0,14%)
     

Depois do fracasso de 2020, hotéis voltam a ter alta procura para Dia dos Namorados

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A reserva de quartos em hotéis para o Dia dos Namorados deste ano já é maior do que a registrada na data em 2020, que pegou o setor despreparado para lidar com as restrições da pandemia.

A rede Accor, que reúne bandeiras como Ibis e Sofitel, diz que a procura está 60% superior ao ano passado, quando a estratégia foi oferecer jantar no quarto, já que a maioria dos restaurantes estavam fechados.

Para este ano, a rede quer estimular os clientes a pedirem delivery, mas também frequentarem os restaurantes com protocolo sanitário.

A Rede Vitória Hotéis, que tem unidades em Campinas, Paulínia e Indaiatuba, afirma que quase metade dos 253 quartos disponíveis no hotel principal já foram vendidos. A meta inicial era bater as 80 reservas do ano passado, mas agora a expectativa é dobrar o número.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos