Mercado abrirá em 3 h 37 min
  • BOVESPA

    113.430,54
    +1.157,53 (+1,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.564,27
    +42,84 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,39
    +0,52 (+0,66%)
     
  • OURO

    1.939,20
    -6,10 (-0,31%)
     
  • BTC-USD

    23.043,62
    +81,21 (+0,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    524,33
    +5,54 (+1,07%)
     
  • S&P500

    4.076,60
    +58,83 (+1,46%)
     
  • DOW JONES

    34.086,04
    +368,95 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.791,66
    +19,96 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    22.045,39
    +203,06 (+0,93%)
     
  • NIKKEI

    27.346,88
    +19,77 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.129,50
    -22,50 (-0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5204
    +0,0048 (+0,09%)
     

Denunciante do Facebook afirma que Elon Musk deve abrir algoritmo do Twitter

Denunciante do Facebook afirma que Elon Musk deve abrir algoritmo do Twitter
Denunciante do Facebook afirma que Elon Musk deve abrir algoritmo do Twitter

Frances Haugen, ex-funcionária do Facebook que ficou muito famosa por fazer graves denúncias contra a empresa, deu uma entrevista exclusiva a NBC News com foco no Twitter e seu novo dono, Elon Musk.

De acordo com Haugen, Musk deveria abrir o algoritmo do Twitter. “Uma das coisas mais importantes que Elon Musk poderia fazer para provar que deseja ter a praça pública é publicar os algoritmos”, contou.

Leia também!

A denunciante justificou que se o empresário realmente deseja transformar o Twitter em uma praça pública em que assuntos vitais para o futuro da humanidade são discutidos, a melhor forma é ser completamente transparente. “Ele teria mais ajuda – seria mais barato para ele. Seria mais lucrativo.”

Durante a entrevista, Haugen ainda lembrou que as grandes empresas de mídia social justificam não querer a intervenção do governo, pois poderiam reduzir seus lucros em pelo menos 20%.

“Se realmente tivéssemos transparência, se realmente tivéssemos responsabilidade, eles não seriam uma empresa com margens de lucro de 35%. Seria uma empresa com margens de lucro de 15%”, afirma Haugen.

Frances Haugen
Imagem: Divulgação CBS

Twitter planeja suspender a proibição de anúncios políticos

No início desta semana, o Twitter divulgou que está planejando reverter a proibição de anúncios políticos pela plataforma nos próximos dias. Essa medida havia sido aplicada originalmente em 2019 e na época, a empresa afirmou que “o alcance da mensagem política deve ser conquistado, não comprado”.

Nesse sentido, o Twitter caminhava por uma trilha diferente de outras redes sociais, como o Instagram e o Facebook. Na atualidade, contudo, a empresa procura reduzir alguns dos gastos com a plataforma.

Clique aqui para acompanhar a mudança completa.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!