Mercado abrirá em 8 h 44 min
  • BOVESPA

    106.419,53
    -2.295,02 (-2,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.206,59
    +372,79 (+0,72%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,20
    -0,45 (-0,53%)
     
  • OURO

    1.788,80
    -4,60 (-0,26%)
     
  • BTC-USD

    60.630,20
    -2.141,71 (-3,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.473,09
    -32,06 (-2,13%)
     
  • S&P500

    4.574,79
    +8,31 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    35.756,88
    +15,73 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.277,62
    +54,80 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    25.598,26
    -440,01 (-1,69%)
     
  • NIKKEI

    28.946,61
    -159,40 (-0,55%)
     
  • NASDAQ

    15.538,75
    -6,25 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4575
    +0,0034 (+0,05%)
     

Dente de mastodonte é encontrado por criança em reserva dos Estados Unidos

·1 minuto de leitura

Julian Gagnon, uma criança de apenas seis anos, fez uma descoberta incrível no estado do Michigan, nos Estados Unidos. Durante caminhada com a família na reserva Dinosaur Hill Nature Preserve, na cidade de Rochester Hills, a criança encontrou um material rochoso parecido com um dente gigante.

"Eu só senti algo no meu pé e peguei", contou o pequeno Julian à imprensa local, brincando que achou que ia ganhar um milhão de dólares pela descoberta. Ao chegar em casa, a família fez uma pesquisa no Google e descobriu que não pertencia a um dinossauro, como imaginavam, mas sim a um mastodonte. Cientistas do Museu de Paleontologia da Universidade de Michigan analisaram o dente e confirmaram a origem.

O material encontrado pela criança é a coroa de um dente molar, que tem o tamanho de um punho de humano adulto, contando com protuberâncias bem elevadas no topo, características que diferenciam os mastodontes dos mamutes, outro parente extinto.

Os mastodontes são ancestrais antigos dos elefantes modernos e surgiram na Terra há cerca de 27 milhões a 30 milhões de anos. Antes de sua extinção, 10 mil anos atrás, essas criaturas de quase três metros de altura e seis toneladas viveram, principalmente, na América do Norte e Central.

O dente será doado ao museu, e Julian diz que a descoberta pode ser um sinal para ele seguir a carreira de paleontólogo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos