Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.512,38
    +480,38 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.801,68
    +163,28 (+0,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,01
    +0,48 (+0,55%)
     
  • OURO

    1.789,90
    +0,20 (+0,01%)
     
  • BTC-USD

    23.874,20
    -146,27 (-0,61%)
     
  • CMC Crypto 200

    569,15
    -2,76 (-0,48%)
     
  • S&P500

    4.305,20
    +8,06 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.152,01
    +239,61 (+0,71%)
     
  • FTSE

    7.536,06
    +26,91 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    19.830,52
    -210,38 (-1,05%)
     
  • NIKKEI

    28.868,91
    -2,89 (-0,01%)
     
  • NASDAQ

    13.648,75
    -9,50 (-0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2333
    +0,0548 (+1,06%)
     

Demolidor | O que esperar da nova série do Homem Sem Medo no Disney+?

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O painel do Marvel Studios na San Diego Comic-Con confirmou aquilo que todo mundo esperava ver: a entrada definitiva do Demolidor no Universo Cinematográfico da Marvel (MCU, na sigla em inglês). O Homem Sem Medo retorna em uma série própria, programada para chegar ao Disney+ em 2024 e batizada de Daredevil: Born Again.

E se, até então, as especulações eram sobre como o herói ia fazer sua estreia definitiva no MCU, as atenções agora mudam de foco. Afinal, o Diabo da Cozinha do Inferno já é uma certeza nesse universo e a grande questão é o que podemos esperar de sua participação daqui em diante, principalmente de seu novo seriado.

O ponto é que a recém-anunciada série faz referência à saga mais clássica do personagem nos quadrinhos. Born Again nada mais é do que o título original de A Queda de Murdock, publicada originalmente em 1986 e que definiu para sempre a tônica das histórias do Demolidor daquele momento em diante. Não por acaso, é considerada até hoje uma das sagas mais importantes da Marvel como um todo.

O Demônio da Cozinha do Inferno Voltou, mas seu futuro ainda é uma grande incógnita no MCU (Imagem: Divulgação/Netflix)
O Demônio da Cozinha do Inferno Voltou, mas seu futuro ainda é uma grande incógnita no MCU (Imagem: Divulgação/Netflix)

Só que não espere ver esse arco sendo contado na nova série. Apesar de utilizar o mesmo nome, é bem provável que o Marvel Studios siga por caminhos totalmente diferentes nesse retorno de Matt Murdock ao MCU — e são várias as pistas que indicam esse caminho.

Aposta repetida

Todo o barulho causado em torno do anúncio de Born Again tem uma razão bem clara: é o ressurgimento do personagem depois de toda a transição conturbada da Netflix para o Marvel Studios. Há todo um imbróglio envolvendo divisões diferentes da própria Marvel, indefinições e disputas internas de poder e ego que praticamente mataram o “Netflixverso” e suas produções.

Assim, faz todo o sentido essa retomada brincar com o nome da saga para dar o tom dessa nova fase. Afinal, o Demolidor está “nascendo de novo”, tal qual o título em inglês do gibi.

Nas HQs, a Born Again original coloca o Demolidor na mira do Rei do Crime, que faz da sua vida um inferno (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)
Nas HQs, a Born Again original coloca o Demolidor na mira do Rei do Crime, que faz da sua vida um inferno (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

Só que as relações devem se limitar a isso apenas. Até porque a série da Netflix já tinha usado alguns pontos de A Queda de Murdock em sua terceira temporada, o que faz com que repetir a trama pareça bastante improvável.

Na HQ, toda a história gira em torno do inferno que a vida de Murdock se torna após o Rei do Crime descobrir que ele é o Demolidor. Com seu jeito sádico, o vilão passa a sabotar cada aspecto que importa para o herói cego, seja cassando sua licença para exercer a advocacia ou mandando vilões atrás das pessoas que ele mais ama.

E a série já mostrou isso, ainda que com diversas adaptações. No seriado, vimos Murdock (Charlie Cox) se reerguer após ser dado como morto em Defensores e tendo que encarar com as consequências de Wilson Fisk (Vincent D’Onofrio) descobrir sua identidade secreta. Assim, toda a temporada gira em torno da vida do protagonista se tornando um inferno.

A série da Netflix já colocou o Rei do Crime descobrindo a verdade sobre Murdock e arruinando sua vida a partir disso (Imagem: Divulgação/Netflix)
A série da Netflix já colocou o Rei do Crime descobrindo a verdade sobre Murdock e arruinando sua vida a partir disso (Imagem: Divulgação/Netflix)

Por isso, é até improvável que Born Again vá seguir o mesmo caminho, até porque essa é uma história que a gente já viu antes. E se a tônica é dar um novo começo para Matt Murdock dentro do MCU, é até ilógico já começar destruindo a sua vida — embora essa tenha sido a abordagem dos quadrinhos ao longo dos últimos 36 anos.

Um novo começo

Outro ponto que pesa contra uma adaptação de A Queda de Murdock é que ela não se encaixa no atual momento do personagem. Embora o Demolidor já tenha aparecido em Homem-Aranha: Sem Volta para Casa e vá ainda dar o ar de sua graça em Mulher-Hulk e Eco, Born Again seria sua real estreia no MCU e, nesse sentido, não há muito o que ser destruído da vida do herói.

Sempre há a possibilidade de a Marvel decidir dar continuidade ao Netflixverso, mas a verdade é que essa é uma aposta bem arriscada por vários fatores. Isso implicaria em depender de uma série de 2015 que não foi feita por ela, que traz um tom bem diferente do restante do MCU e que resultaria em uma bagunça cronológica que ela dificilmente vai querer abordar. Se esse é o mesmo Murdock da outra série, cadê o Luke Cage, Justiceiro e demais heróis?

A relação do Demolidor com Maya Lopez apresentada em Eco deve reverberar em Born Again (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)
A relação do Demolidor com Maya Lopez apresentada em Eco deve reverberar em Born Again (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

Assim, é muito mais fácil partir para um novo começo em um soft reboot, ou seja, sem precisar passar por uma história de origem do zero, mas ainda apresentando o personagem a um novo público. E suas aparições nas outras séries pode ser um bom caminho para isso.

De qualquer forma, nada disso parece convergir para um A Queda de Murdock. Para que uma derrocada tão grande assim tenha peso, é preciso que aquilo que vai ser destruído seja importante — e não há como começar Born Again assim.

Além disso, a nova série do Demolidor deve ainda dar continuidade a essa história que começou a ser trilhada em Gavião Arqueiro, com Maya Lopez (Alaqua Cox) atirando contra o Rei do Crime após descobrir que foi ele quem mandou matar seu pai.

O destino de Wilson Fisk é algo que também deve reverberar lá na frente (Imagem: Reprodução/Marvel Studios)
O destino de Wilson Fisk é algo que também deve reverberar lá na frente (Imagem: Reprodução/Marvel Studios)

Nos quadrinhos, isso acontece décadas depois de A Queda de Murdock e resulta em um Wilson Fisk cego que passa a ter seu reinado no submundo de Nova York questionado por outros bandidos — o que dá início a uma enorme briga por poder e influência que leva o próprio Demolidor a se tornar o Rei do Crime. E devemos ter um pouco disso no MCU, possivelmente em Eco.

Assim, Born Again vai ter 18 episódios para trabalhar o papel desse Homem Sem Medo patrulhando uma cidade que deve ter sido recém-retomada por Fisk depois desse período incapacitado. E mais do que mostrar Murdock tendo sua vida arruinada, devemos ver como a rivalidade entre esses dois homens permanece tão forte mesmo em um universo diferente.

O que esperar de Born Again

Já que A Queda de Murdock é uma opção que tem tudo para ser descartada, a grande questão é: o que podemos esperar da nova série? Por ser algo que só vai estrear em 2024, muita coisa pode acontecer, de modo que qualquer especulação é arriscada demais. Ainda assim, algumas pistas já aparecem aqui e ali.

Série deve abordar um lado bem mais urbano e mundano do MCU (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)
Série deve abordar um lado bem mais urbano e mundano do MCU (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

O ponto mais importante que o seriado deve pontuar é a consolidação desse universo mais urbano da Marvel. Há tempos já se cogita essa possibilidade, mas o próprio Kevin Feige falou que a ideia é levar o MCU para diferentes níveis, do cósmico ao urbano e que, neste caso, o Demolidor e o Homem-Aranha são os principais nomes.

Então é possível que Born Again seja uma série que vai resgatar o espírito mais básico do super-herói clássico no MCU, ou seja, do cara que bota um uniforme estranho e sai por aí para combater o crime e resolver problemas locais e não apenas salvar o mundo. E depois de vermos a Terra ser ameaçada por todo tipo de nuvem colorida, é bom ter esse retorno ao básico.

A Marvel adora o melodrama trágico do Demolidor, então pode esperar algo nessa linha (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)
A Marvel adora o melodrama trágico do Demolidor, então pode esperar algo nessa linha (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

Isso é ótimo não só por colocar o Demolidor em seu playground favorito — as ruas e telhados da Cozinha do Inferno —, mas também por abrir espaço para personagens que tinham pouco espaço nessas tramas mais megalomaníacos do MCU de deuses e entidades interdimensionais. Com o Rei do Crime de volta ao poder e querendo dominar Nova York, a série pode explorar todo o lado mafioso que ainda não vimos, assim como apresentar vilões menores como o Coruja, Cabeça de Martelo e, é claro, o bom e velho Mercenário.

Ao mesmo tempo, abre espaço também para outros personagens importantes do elenco de apoio de Matt Murdock. Ainda que Foggy Nelson seja mais do que obrigatório, a série pode explorar outros interesses românticos para o herói, como Milla Donovan e até a vilã Mary Tifóide, para explorar esse lado trágico que sempre envolve os romances do Homem Sem Medo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos